Governo de Rondônia
Terça, 13 de abril de 2021

DESENVOLVIMENTO

Junta Comercial de Rondônia chega aos 50 anos com a missão de ampliar a modernização dos serviços prestados

16 de setembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

jucer-50-anos_16-09-16_foto_daiane-mendonca-10

Lançamento do selo ocorreu durante plenária nesta sexta-feira

Após ter conquistado o primeiro lugar no ranking da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), a Junta Comercial de Rondônia (Jucer) chegou aos 50 anos de existência com o propósito de avançar na modernização das atividades, concentrando esforços na implantação de ferramentas para uso interno a fim de promover economia e eficiência. Criada em 16 de setembro, as comemorações foram realizadas na manhã desta sexta-feira.

“Nossa primeira missão é atender o contribuinte e o cidadão que nos procura. Um empreendedor que leva 180 dias, essa é a media no Brasil, para abrir seu negocio, é tratado como inimigo pelo Estado. Rondônia é um exemplo, e com apoio do nosso governador estamos na vanguarda. Saímos do 24º lugar no ranking nacional para o primeiro lugar no registro de empresa, atendendo na primeira hora quase 90% das empresas na fase de abertura, registro ou alteração”, disse o presidente da Jucer, Vladmir Oliani.

Após culto ecumênico promovido pelos funcionários e café da manhã, a Jucer realizou sua 129ª plenária de trabalho apresentando aos vogais e técnicos a nova logomarca do órgão, elaborada para marcar a mudança ocorrida ao longo de 50 anos de serviços prestados em Rondônia.

“Experimentamos um processo de modernização, simplificação e adoção de uma nova imagem, com a mensagem de catalisar forças, fechando com chave de ouro esse momento”, destacou o secretário-geral da Jucer Roger Ribeiro.

Francisca, 47 anos na Jucer, acompanhou sua evolução.

Francisca, 47 anos na Jucer, acompanhou sua evolução.

Depois da Empresa Fácil, denominação dada para consolidar a instituição do Redesim, uma exigência estabelecida em lei federal de 2007, os técnicos de tecnologia da informação da Jucer implantam o Serviço Eletrônico de Informações (SEI). “É ferramenta voltada para o público interno, a fim de facilitar procedimentos e baratear custos dos serviços prestados”, explicou Roberval Oliveira durante a reunião da plenária.

Esta ferramenta, segundo ele, irá possibilitar que os órgãos públicos se comuniquem virtualmente, sem que seja necessário despachar papéis para um lado e outro. “Se for necessário ter um relatório de um setor, é só acessar o SEI”, destacou.

Estão em andamento, além do SEI, o E-Junta, link de dados e adoção da telefonia Voip, sistemas que irão permitir uma economia anual de R$ 570 mil. Segundo Roberval, a Jucer é o primeiro órgão de Rondônia a implantar o SEI.

“Nestes 50 anos, a Jucer nunca parou de atender o publico”, disse a servidora mais antiga da autarquia, Francisca Souza do Vale, com 47 anos de trabalho. Ela fez a referência porque a Jucer, nos primeiros 19 anos de existência, teria feito oito mudanças de prédio. Está no  prédio da avenida Pinheiro Machado desde 1985, quando virou autarquia.

Com 120 funcionários, e pouco mais de 200 mil empresas cadastradas, a Jucer já funcionou no antigo prédio da Câmara de Vereadores (reformado, perto da biblioteca Francisco Meireles); onde funciona o Sebrae/RO; no edifício Rio Madeira; no Palácio Presidente Vargas e no antigo prédio da Assembleia Legislativa entre outras mudanças.

“Nesse tempo todo, o atendimento ao público sempre foi prioridade da Jucer, que desburocratizou seus trabalhos, cresceu, evoluiu  e com  a digitalização dos processos melhorou muito o atendimento”, testemunha Francisca.

Para o presidente Vladmir Oliani não seria possível chegar ao primeiro lugar no tempo de registro de empresa se não fosse a infovia.  “Quanto a redução de custos e uso de ferramentas, devemos muito a infovia, que está implantada dentro da Jucer. Costumo dizer que o governo de  Rondonia se divide em dois, antes e depois da infovia. Não podemos passar pelo século XXI assinando papel o dia inteiro. Estamos na vanguarda”, disse.

Leia mais:
Junta Comercial de Rondônia abre empresa em uma hora e é a primeira na simplificação de registros no País
Empresários destacam agilidade para abertura de empresa com o Redesim em Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Empresas, Evento, Governo, Infraestrutura, Rondônia, Tecnologia


Compartilhe