Governo de Rondônia
Domingo, 07 de março de 2021

EMPRESAS

Junta Comercial dispõe de novas ferramentas para abertura de empresas

16 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

10 - henriqueDesde a última segunda-feira (14) a Junta Comercial do Estado de Rondônia (Jucer) está disponibilizando uma nova ferramenta aos seus usuários. O novo mecanismo irá facilitar o processo de abertura, alteração e extinção de empresas.  A ferramenta faz parte do Projeto Integrar, desenvolvido pela Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) e cedido ao Governo rondoniense, através de convênio entres as Juntas Comerciais e o Serviço Nacional de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae).

Neste primeiro momento de uso do Projeto, a Consulta de Viabilidade tornou-se obrigatória para os processos que envolvem nome empresarial: abertura, alteração e reativação. A partir do dia 28, ele será obrigatório também para o preenchimento de Ficha de Cadastro Nacional (FCN).

Além de facilitar e agilizar os procedimentos para abertura de empresas, a “Jucer visa minimizar a entrada de processos que possam vir a ser colocados em exigências no futuro por coincidência de nome empresarial”, explica o presidente da Junta, Henrique Leite.

Outro ganho com o Projeto é o reaproveitamento das informações. “Após o deferimento da Consulta de Viabilidade, as informações coletadas poderão ser reaproveitadas para o preenchimento da FCN”, fala o presidente.

A Consulta de Viabilidade oferecida pelo projeto possibilitará também a integração com as prefeituras municipais, para que elas possam responder a consulta de viabilidade local. “Isto também facilitará a vida do empresário que pretende empreender”, diz Leite.

Segundo o presidente da Junta, o desafio é difundir a pesquisa de Viabilidade no Estado a exemplo de Minhas Gerais, que através do Projeto Integrar tem implantado novas sistemáticas com o objetivo de melhorar o ambiente de negócio, auxiliando no fomento do desenvolvimento econômico do Estado.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Amabile Casarin
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe