Governo de Rondônia
Segunda, 16 de setembro de 2019

DESENVOLVIMENTO

Maior feira do agronegócio da região Norte, Rondônia Rural Show ganha espaço próprio em Ji-Paraná

24 de fevereiro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

A partir de 2017, a Rondônia Rural Show será realizada em sede própria e em novo endereço, numa área de 50 hectares localizada na saída de Ji-Paraná para Presidente Médici. Nessa terça-feira (23), o governador Confúcio Moura conheceu o local e reafirmou que o agronegócio é um dos impulsionadores da economia de Rondônia.

Governador Confúcio conheceu nessa terça-feira a área doada pela prefeitura de Ji-Paraná para a realização da Rondônia Rural Show

Governador  conheceu  a área doada pela prefeitura de Ji-Paraná para a realização da Rondônia Rural Show

O terreno foi doado pela prefeitura de Ji-Paraná ao governo estadual para implantação e melhor estruturação da feira do agronegócio. A área, segundo técnicos do setor, oferece condições para ampliação do evento a cada ano, e poderá ser explorada gradualmente durante todo o ano. Desde que foi implantada em 2012, a Rondônia Rural Show acontece no Parque de Exposições Hermínio Victorelli em Ji-Paraná, sempre na última semana do mês de maio. Mas o local já é considerado pequeno para o evento, que terá sua 5ª edição de 25 a 28 de maio.

“Somos gratos ao prefeito Jesualdo Pires ao fazer essa doação. Isso demonstra o compromisso dele com o desenvolvimento da cidade e do estado”, disse o governador, designando as equipes técnicas para elaborarem os projetos da nova estrutura da Rondônia Rural Show para ser apresentado no dia da abertura.

Para o secretário estadual da Agricultura, Evandro Padovani, a Rondônia Rural Show deverá seguir o exemplo bem sucedido de feiras do gênero realizadas em outros estados, como a Coopavel, em Cascavel (PR), e a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP).

“Pretendemos alavancar o setor produtivo fomentando o pequeno, o médio e o grande produtor com ações neste novo espaço”, frisou Padovani, conclamando o apoio técnico de outros colaboradores estaduais e federais, como a Empresa Estadual de Extensão Rural (Emater), a Agência de Defesa Agrosilvopastoril (Idaron), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a Universidade Federal de Rondônia (Unir), o Instituto Federal Tecnológico (Ifro), a Comissão Executiva de Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), entre outros.

Pela proposta, Padovani pretende com os colaboradores implantar um campo experimental permanente na nova área. “Aqui poderemos trabalhar com pesquisas e experimentos com café, soja, milho, arroz, feijão, inhame, urucum, floresta plantada, pastagens, piscicultura, além de demonstrar na prática o funcionamento e os resultados da aplicação tecnológica”, exemplificou o secretário.

“Rondônia tem mais de 100 mil propriedades rurais pequenas, e esse pessoal é carente de tecnologia. É na Rondônia Rural Show que buscam esse progresso”, disse o prefeito Jesualdo Pires, ressaltando a importância logística de Ji-Paraná no cenário do agronegócio rondoniense.

Prefeito Jesualdo Pires mostra no mapa como ficará a estrutura definitiva do maior evento do agronegócio promovido pelo governo estadual e parceiros

Prefeito Jesualdo Pires mostra no mapa como ficará a estrutura definitiva 

A feira nasceu de uma sugestão do ex-ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florense, ao governador Confúcio Moura. “Na época Florense era ministro, agora é de novo deputado federal pela Bahia. Ele sinalizou a importância do agronegócio em Rondônia e pontuou como deveríamos fazer. Deu certo”, declarou o governador.

A agricultura familiar foi o foco inicial dos organizadores, mas o evento a cada ano supera as expectativas. “Já recebemos investidores, expositores e visitantes de todas as classes sociais e econômicas. O evento atravessa fronteira quando recebe delegações estrangeiras”, citou Confúcio ao mencionar a participação de várias delegações internacionais nas edições anteriores.

A primeira edição da feira de tecnologias e oportunidade de negócios voltados ao setor agropecuário ocorreu em 2012 e movimentou R$ 186 milhões em negócios. No ano seguinte, a movimentação financeira saltou para R$ 294 milhões; na terceira edição, o volume superou os R$ 350 milhões; e no ano passado as contas fecharam em torno dos R$ 700 milhões em negócios.

Saiba mais:
Salas temáticas da carne, leite e café serão inovação na 5ª Rondônia Rural Show
Potencial econômico de Rondônia é apresentado à Embaixada do Chile em Brasília
Rodada de negócio em Ariquemes deve superar R$ 150 milhões em propostas de financiamento


Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Brasil, Convênios, Distritos, Ecologia, Economia, Empresas, Evento, Fundo Proleite, Governo, Indústria, Infraestrutura, Legislação, Meio Ambiente, Municípios, Obras, Piscicultura, Rondônia, Rondônia Rural Show, Serviço, Servidores, Sociedade, Tecnologia


Compartilhe