Governo de Rondônia
Quinta, 16 de setembro de 2021

QUALIFICAÇÃO

Mais 25 novos profissionais são aprovados para residência médica no Hospital de Base, em Porto Velho

13 de janeiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

A nova turma de residência médica do Hospital de Base Ary Pinheiro (HB) – unidade referência no tratamento de alta complexidade e transplantes em Rondônia -, inicia as aulas em março deste ano. No total, 25 novos médicos buscam especialização em várias áreas. Eles foram aprovados em processo seletivo com provas teóricas realizadas em dezembro.

Cerca de 300 médicos são formados por ano pela residência do HB

Cerca de 300 médicos são formados por ano pela residência do HB

A presidente da Comissão do Processo Seletivo de Residência Médica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Maria da Conceição Ribeiro Simões, divulgou nesta semana a relação final dos médicos aprovados para o preenchimento de vagas na residência médica no HB e no Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), ambos em Porto Velho.

No total, 150 médicos dos Estados de Mato Grosso, Acre, Amazonas, Rio de Janeiro e São Paulo disputaram as 25 vagas oferecidas pelo governo de Rondônia para a 11ª turma de residência médica, que começa suas atividades em março. O HB forma cerca de 300 médicos por ano, segundo a Sesau.

De acordo com a Coordenação da Comissão de Residência Médica do HB, as áreas de cirurgia-geral, ginecologia e pediatria foram as mais disputadas. Todo o processo foi acompanhado pela Coordenação Estadual de Residência Médica.

A Sesau trabalha com a expectativa de ampliar o número de residentes no Hospital de Base na próxima seleção. Na avaliação do secretário estadual de Saúde, Williames Pimentel, este avanço será possível graças ao investimento feito pelo governador Confúcio Moura na melhoria da estrutura física e médica do maior hospital do estado.

HOSPITAL ESCOLA
Segundo o secretário, o governo de Rondônia trabalha para que o credenciamento do HB junto ao Ministério da Saúde (MS) como hospital escola seja concluído ainda no primeiro semestre deste ano.

Para Pimentel, a procura pela residência em Rondônia vem crescendo a cada turma, e já acumula aumento de pelo menos 30% neste ano. Isso, segundo ele, mostra que as pessoas, em especial os novos médicos, estão vendo evolução na qualidade que o setor de saúde vem obtendo após o início da administração Confúcio Moura.

“Mesmo com a crise econômica que o Brasil atravessa, o estado vem mantendo, e em muitos casos ampliando a oferta de serviços”, apontou o secretário.

Confira abaixo a relação final

CLÍNICA MÉDICA
Renata Rocha de Deus
Jamerson Henrique Novais Santos
Alex Oliveira Tavares
Carlos Henrique Spesia

CIRURGIA GERAL
Ana Elisa Kadri Castilho
Roger Andre Molina Claros
Lucio dos Santos Gama
Pamela Rodrigues de Souza

INFECTOLOGISTA
Ida Carla Burg Moulin de Souza

MEDICINA INTENSIVA – ADULTO
Elida Moura Carvalho
Barbara Figueredo Tenório

MEDICINA INTENSIVA – PEDIÁTRICA
Andressa Laryza de Oliveira

NEONATOLOGIA
Jeane Oliveira Castro

PEDIATRIA
Bruna Meira Fadel
Cristiane Kellen Amaral
Suwany Lismail

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA
Humberto Oliart Guzman
Bruna Maria Baratella
Domar Cunha da Silva
Rinaldo Balzon

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA
Felipe Gouvea Straparava
Fernando Constenaro
Marcelo Alves de Azevedo

UROLOGIA
Mauro Ricardo Izidoro Angelo
Adriel Denner Oliveira da Silva


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Capacitação, Educação, Inclusão Social, Infraestrutura, Rondônia, Saúde


Compartilhe