Governo de Rondônia
Quinta, 16 de setembro de 2021

HABITAÇÃO

Endereços do Residencial Orgulho do Madeira, em Porto Velho, são sorteados entre famílias

15 de setembro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Sorteio dos Endereços do Orgulho do Madeira_15.09.15_Fotos_Daiane Mendonça (3)

Luciano e Isabel, com o filho Pedro, febril, e Isabele brincando

O garçom e atualmente trabalhador avulso Luciano Silva, 35 anos, e sua mulher, Isabel Dywmãynãn Tikuna Bernaldo André, 21, dão gotas de dipirona para diminuir a febre do filho Pedro Luciano, 4 meses. Isabele, 5, outra filha, brinca com boneca no chão da sede social do Sindicato dos Servidores Públicos Federais [Bairro Lagoa, Zona Leste de Porto Velho].

Eles saíram do Bairro Areal da Floresta, onde atualmente moram, para participar do sorteio de endereços de 704 apartamentos [do total de 1.680] do Residencial Orgulho do Madeira, promovido nesta terça-feira (15) pela Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas).

“O governo faz muito pela gente, mas nem todos sabem; já moramos de aluguel e de favor, mas agora a gente se livra desse incômodo”, disse Luciano, manifestando gratidão.

O ato transcorreu com palmas, palavras de agradecimento e ansiedade pela conclusão do preenchimento dos papéis necessários à entrega dos imóveis. Funcionárias distribuídas em bancas orientaram as famílias a respeito de consumo de água e de energia elétrica, segurança, transporte e educação.

“Vocês sairão daqui com o número do apartamento e data de entrada”, anunciou a secretária Valdenice Domingos.

Os contemplados farão vistoria em suas moradias dentro de 60 dias, tempo em que entregarão a documentação exigida pelo Banco do Brasil, agente do Programa Minha Casa Minha Vida, para assinatura de contratos. Além da exigência de renda familiar de R$ 1,6 mil e de não ter outro imóvel, as pessoas terão moradias anteriores demolidas por trator e caminhão disponível para fazer a mudança do local onde atualmente se encontram.

Encontram-se em fase de assinatura contratos de outros 976 imóveis do Residencial Orgulho do Madeira, cujos futuros inquilinos inscreveram-se no ano passado, na Casa de Shows Talismã. Ainda este ano, a Seas abrirá inscrições para o Residencial Cristal da Calama (2.941 casas) e Morar Melhor (2.512).

Maria Inês Macedo, primeira sorteada_Sorteio de endereços do Orgulho do Madeira_15.09.15_Foto_Daiane Mendonça (3)

Maria Inês, primeira sorteada para conhecer endereço

“ENCHENTE FOI DE SURPRESA”

O casal Dorival Ramos do Nascimento, 73, e Conceição Lemes do Nascimento, 74, ouvem atentos as explicações de funcionários da Seas. Eles criaram 11 filhos, têm vários netos e bisnetos. Ela se aposentou por idade, ele por ser portador de glaucoma.

Moravam em Assunção [Baixo Madeira], onde passaram a maior parte da vida cultivando milho, mandioca, feijão e tabaco.

Segundo Conceição, os dois trabalharam desde meninos. Nos anos 1980 eles se mudaram para a Estrada do Belmonte e no passado tiveram a casa invadida pelas águas do rio. “Essa enchente espantou todos de lá, porque a água veio de uma vez, de surpresa; graças aos bombeiros, conseguimos salvar nossos pertences”, relatou.

“Nunca houve um desastre daquela dimensão em Rondônia. Todos fomos cobaias como gestores, mas hoje os senhores recebem os frutos de nosso trabalho em áreas de risco [Porto Velho e mais cinco municípios do interior]”, afirmou o coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente bombeiro Artur Luiz Santos de Souza, convidado a falar no ato.

“Dia 25 já posso conhecer minha casa. Estou muito feliz com essa bênção”, disse a porto-velhense Maria Inês Macedo Coelho. Mãe de um casal de filhos, ela foi a primeira sorteada para conhecer seu imóvel, na Rua 10, Lote 389, Quadra 591, Bloco 27. Sorteio e orientações prosseguem até amanhã (16).

Veja galeria de fotos


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Água, Assistência Social, Distritos, Educação, Governo, Habitação, Inclusão Social, Infraestrutura, Justiça, Legislação, Meio Ambiente, Previdência, Rondônia, Saneamento, Saúde, Segurança, Servidores, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe