Governo de Rondônia
Quarta, 19 de junho de 2019

SANIDADE ANIMAL

Mais de 70% dos produtores de Rondônia já imunizaram o rebanho e declararam a vacina de febre aftosa

14 de novembro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Os produtores de Rondônia têm até esta quinta-feira (15) para comprar a vacina de combate à febre aftosa como determina o calendário da 45ª etapa da Campanha de vacinação da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), que teve início no dia 15 de outubro e vai até o dia 15 de novembro. Nesta etapa deverão ser vacinados todos os bovinos e bubalinos de zero a 24 meses. O prazo para fazer a declaração da vacina à Agência Idaron vai até dia 22 deste mês.

Produtores têm até amanhã para comprar a vacina de combate a febre aftosa, alerta o coordenador, Marcio Petró

O coordenador do Programa de Febre Aftosa do Idaron, Marcio Alex Petró, disse que até esta quarta-feira (14) já foram vacinados e declarados 4.178.795 milhões de cabeças de animais de zero a 24 meses, que representa 72,1% dos animais a serem vacinados nesta etapa. Márcio Petró alerta os produtores que ainda não compraram a vacina que nesta quinta-feira é feriado nacional e nem todas as lojas do ramo estarão funcionando. “Quem não vacinar e comunicar até o dia 22 de novembro será multado e a Idaron fará a vacinação assistida dos animais não imunizados”, ressaltou o coordenador.

Após a 46º etapa da vacinação que acontece em abril e maio de 2019, Rondônia se tornará área livre de febre aftosa sem vacinação, mas até lá é de suma importância que os produtores continuem vacinando o rebanho conforme determina a Agência Idaron. Dia 23 de deste mês a agência irá divulgar o percentual de animais vacinados e declarados, os produtores que por ventura o fizerem receberão a visita dos profissionais do órgão para as medidas cabíveis.

Leia também:

Com novas tecnologias abacaxi pode ser produzido o ano inteiro em Rondônia


Fonte
Texto: Eleni Caetano
Fotos: Esio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Distritos, Ecologia, Economia, Empresas, Fundo Proleite, Governo, Meio Ambiente, Municípios, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe