Governo de Rondônia
Segunda, 01 de junho de 2020

INVESTIMENTO

Mais de R$ 2 milhões em equipamentos serão entregues para fortalecer a extensão rural em Rondônia

03 de fevereiro de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Mais de R$ 2 milhões em veículos e equipamentos de informática, entre outros, serão entregues à Emater-RO, no próximo dia 6 de fevereiro, no Centrer, Centro de Treinamento da Autarquia, em Ouro Preto do Oeste. Além das emendas parlamentares que garantem o fortalecimento das ações de extensão rural no Estado, foram utilizados recursos próprios para aquisição dos equipamentos, dando uma nova dimensão para a execução das atividades que levam as políticas públicas de governo ao meio rural.

 

Renovação da frota para melhor prestação de serviços de Ater

 

O fortalecimento dos serviços de assistência técnica e extensão rural (Ater) no Estado tem sido uma dos principais pontos de desenvolvimento dentro do plano estratégico do governo e, com apenas um ano de trabalho, a reestruturação pela qual a Emater-RO vem passando tem feito a diferença junto aos produtores rurais. Essa nova perspectiva teve início com a proposta de uma nova visão da assistência técnica e extensão rural (Ater), que levou os colaboradores da instituição a desenvolver habilidades e valorizar sua capacidade criativa tendo por base os valores, a visão e a missão preconizados pela autarquia.

A reestruturação passou também pelo remanejamento de colaboradores, desafogando escritórios que contavam com excedente de empregados e estruturando os recursos humanos de locais onde havia demanda de profissionais. Com essa nova gestão, a Emater-RO começou a dar celeridade ao processo de modernização e eficiência no atendimento ao produtor rural.

Três veículos atenderão ao Programa de piscicultura de Rondônia.

Um dos grandes entraves para que esse processo fosse agilizado estava na obsolescência dos equipamentos de informática e na frota de veículos utilizados pelos extensionistas para o trabalho no campo.

Em entrevista concedida em meados de julho do ano passado, o diretor-presidente da Emater-RO, Luciano Brandão, contava que dos 1.104 computadores existentes, mais da metade tinha mais de seis anos de uso. A frota, 86% além de terem sido adquiridos há mais de cinco, necessitavam de manutenção, elevando o gasto orçamentário. “Precisamos renovar essa frota e deixar, nesses quatro anos, veículos com menos de três anos de uso”, já dizia Luciano.

Agora, em pouco mais de um ano, com empenho irrestrito do governo do Estado e apoio de parlamentares, a entidade autárquica já recebeu sete pick-ups traçadas e sete pick-ups utilitários de emenda parlamentar e estará recebendo uma nova frota que contará com mais 24 veículos entre pick-ups traçadas e pick-ups utilitários, três furgões transformados em laboratório móvel para atender o programa de piscicultura no Estado, 73 notebooks, sendo 57 de emendas parlamentares e 16 adquiridos com recursos próprios, 46 impressoras (40 de emendas parlamentares e seis com recursos próprios), 68 bebedouro e um caminhão baú para transporte de materiais da Emater-RO entre 85 unidades operacionais distribuídas no estado. Ainda está prevista a entrega, em futuro próximo, de novos veículos entre os quais, um caminhão criogênico, que será utilizado no transporte de nitrogênio líquido.

A entrega será realizada no dia 6 de fevereiro, no Centro de Treinamento da Emater-RO, no município de Ouro Preto do Oeste, quando também será oficializada a reativação da Usina de Nitrogênio do Centrer. “As usinas estavam com suas atividades paralisadas há cerca de dois anos, mas com a determinação do governador Marcos Rocha, conseguimos recuperar os equipamentos”, explica Luciano, enfatizando que em curto tempo “todas as três máquinas, uma em Porto Velho e duas no Centrer, estarão em plena atividade.

Leia mais:

Treinamento de enxertia de clones de alta produtividade faz Rondônia avançar na revitalização do cacau aliada à ressocialização

Demonstração de métodos incentiva produção de silagem para alimentação do rebanho no período da seca


Fonte
Texto: Wania Ressutti
Fotos: Irene Mendes Martins e Robson Paiva
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Governo


Compartilhe