Governo de Rondônia
Sábado, 27 de fevereiro de 2021

LAVOURA

Mandioca tem Dia de Campo na próxima quinta-feira em Porto Velho

18 de novembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

A mandioca, segunda cultura de maior importância para a agricultura familiar rondoniense, será tema de Dia de Campo na próxima quinta-feira (24), a partir das 8h30, no km 6,5 da localidade de Nova Mutum Paraná, distrito de  Porto Velho, nas proximidades da Usina Jirau. A entrada é gratuita e as inscrições serão feitas no local. O evento será realizado pela Embrapa Rondônia e parceiros, entre eles a Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO).

O evento abordará as seis variedades de mandioca

O evento abordará as seis variedades de mandioca implantadas no campo experimental da Embrapa

O público-alvo são os agricultores familiares, técnicos da extensão rural, estudantes de ciências agrárias, agentes de fomento, empresários do setor e demais interessados em conhecer mais sobre a cultura da mandioca, raiz amplamente cultivada e consumida em todo o Estado de Rondônia de diferentes formas.

Os participantes poderão conhecer seis cultivares de mandioca que estão implantadas na área experimental da Embrapa, sendo três de mesa (regionalmente chamada de macaxeira) e três para produção de farinha (mandioca brava). O público também terá acesso ao sistema de produção, com destaque para as técnicas de propagação da cultura, controle de plantas daninhas, controle de pragas, beneficiamento e comercialização da produção.

O engenheiro agrônomo da Embrapa Rondônia e coordenador deste evento, Davi Oliveira, destacou que os participantes também poderão experimentar produtos. “Estarão disponíveis para degustação três variedades de mandioca de mesa para que conheçam o produto e seu potencial de consumo”, afirmou Oliveira.

O Dia de Campo de Mandioca faz parte do Projeto Piloto de Uso da Faixa Deplecionável do reservatório da Usina Hidrelétrica Jirau e das áreas de terra firme de seu entorno, uma parceria entre a Embrapa Rondônia e a Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau. “Vale ressaltar que a importância deste evento ultrapassa as comunidades locais, haja vista que a mandioca é uma cultura presente em quase todas as pequenas propriedades rurais brasileiras, seja para consumo familiar ou para fins comerciais”, complementou Oliveira.

 PRODUÇÃO 

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cultura da mandioca ocupa uma área aproximada de 1,5 milhão de hectares (ha) no Brasil, dos quais a região Norte responde por aproximadamente 480 mil ha, ficando atrás apenas da região Nordeste. Em termos de produção, a região Norte ocupa a primeira posição, com 7,8 milhões de toneladas, de uma produção nacional em torno de 23 milhões de toneladas. A região Sul é a que apresenta a maior produtividade média, cerca de 24 toneladas por hectare, em virtude, principalmente, do elevado nível tecnológico empregado nas lavouras do Estado do Paraná. O estado com a maior produção é o Pará, com 4,7 milhões de toneladas. Rondônia ocupa a 11ª posição, com 574 mil toneladas de raízes produzidas. No âmbito estadual, o destaque é para o município de Machadinho do Oeste, com a produção em torno de 120 mil toneladas, seguido de Porto Velho, com 66 mil toneladas.

O evento ainda conta com o apoio da Associação do Reassentamento Rural Vida Nova, Ampliari Serviços em Meio Ambiente Ltda, da Cooperativa de Produtores Rurais do Observatório Ambiental Jirau (Coopprojirau) e da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric) de Porto Velho.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Renata Silva (MTb 12361/MG) Embrapa Rondônia
Fotos: Arquivo Secom e Divulgação Embrapa Rondônia
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Capacitação, Economia, Educação, Governo, Rondônia


Compartilhe