Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

Saúde

Manter caixas d’água limpas ajuda a prevenir doenças

25 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

limpeza de caixa d'água. fotos divulgação (3)Para garantir a qualidade da água que chega às residências da população, a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) realiza análises constantemente em seus laboratórios.  Esse estudo é realizado a cada 2 horas na Estação de Tratamento e diariamente nas redes de distribuição, como explica a química industrial e chefe da divisão do controle de qualidade Maria Bahia. “A água tratada é um produto industrial que exige rigoroso controle estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que contribui para estabilizar e prevenir doenças”.

Maria Bahia explica que para garantir o consumo de água com qualidade a população também precisa fazer sua parte mantendo limpas as caixas d’água, por exemplo. “Os reservatórios devem ser higienizados pelo menos a cada seis meses para garantir a eliminação de bactérias e de material orgânico, responsáveis pela eliminação do cloro presentes na água tratada pela Caerd”. Caixas d’água sujas podem causar doenças como diarréias e verminoses.

limpeza de caixa d'água. fotos divulgação (1)Cuidados com a caixa d’água

É recomendável que todo imóvel tenha pelo menos uma caixa d’água para garantir o suprimento em caso de paralisação do sistema. Para isso, o reservatório deve estar bem protegido, limpo e desinfetado. Para fazer a higienização da caixa d’água é necessário materiais como balde, panos limpos, esponja ou escova nova e limpa que não pode ser de aço, pá de plástico, colher de sopa, água sanitária e tela de nylon.  Sabão, detergente ou outro produto de limpeza nunca deve ser utilizado, apenas água sanitária.

O registro de entrada deve ser fechado um dia antes da lavagem, outra opção é amarrar a bóia da caixa. Essa prática é indicada para evitar o desperdício, pois haverá o consumo da água até atingir a quantidade necessária para a limpeza da caixa.

Feche a saída com um tampão ou pano, tomando o cuidado de reservar um palmo de água na caixa. Lave as paredes e o fundo com uma esponja ou escova. Abra a saída da caixa para que escorra toda a água da lavagem. Usando um balde e uma pá de plástico, retire a água e os resíduos que restarem. Abra o registro de entrada de água, encha a caixa até a metade. Feche novamente o registro e a saída da caixa d’água. Em seguida adicione água sanitária. Para caixas com 500 litros de capacidade são necessárias 10 colheres de sopa do produto, caixas de 750 litros levam 15 colheres de água sanitárias e as de 1000 litros precisam de 20 colheres, conforme tabela abaixo:

Capacidade da caixa Quantidade de água sanitária
500 litros 10 colheres de sopa
750 litros 15 colheres de sopa
1000 litros 20 colheres de sopa

 

limpeza de caixa d'água. fotos divulgação (2)Lave novamente as paredes e o fundo da caixa d’água com uma esponja ou escova nova e limpa. Abra novamente a saída da caixa e as torneiras da casa deixando toda a água da lavagem sair. Para evitar o desperdício guarde essa água em baldes para lavar pisos e calçadas.

Lave a tampa da caixa com água corrente e coloque-a no lugar. Também é importante colocar um filtro (tela de nylon) na saída do cano extravasor ou cano-ladrão, que é aberto quando a caixa d’água está muito cheia. Geralmente, a saída desse cano localiza-se no lado exterior do telhado. Com a tampa e o filtro, evita-se a entrada de insetos e pequenos animais na caixa d’água. Para evitar o acúmulo de ar no encanamento da casa, antes de abrir o registro de entrada, abra todas as torneiras até que a água comece a sair. Deixe a caixa encher. Observe válvulas hidra e caixas de descarga. É possível que continuem despejando água após a abertura do registro. Evite o desperdício.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Luciane Gonçalves
Fotos: Divulgação
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Saneamento, Saúde


Compartilhe