Governo de Rondônia
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

TERCEIRO SETOR

Marco regulatório das organizações da sociedade civil é discutido em Rondônia

02 de dezembro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Municípios rondonienses e seus representantes políticos podem contar com o Governo de Rondônia para se mobilizarem pelo avanço e consolidação do terceiro setor. A promessa foi feita nesta quarta-feira (2) no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), pelo vice-governador Daniel Pereira, na abertura do debate promovido pela Superintendência Estadual de Assuntos Estratégicos (Seae), a respeito do marco regulatório das organizações da sociedade civil (Lei nº 13.019/2014).

Governo e entidades debatem o terceiro setor no auditório do TCE-RO

Governo, vereadores e entidades sociais debatem o terceiro setor no auditório do TCE-RO

“O terceiro setor é o braço forte da administração, porque sempre supre ações nas quais o estado não se faz diretamente presente, e permite a formação de boas parcerias”, disse Daniel Pereira, advertindo que “não estamos vivendo cenários de marola, mas de tsunami mesmo”, ao lamentar a inadimplência de alguns municípios. “Prestações de contas geralmente dão cabimento a críticas que denigrem a imagem notadamente de movimentos sociais, e isso não pode ocorrer mais”, afirmou.

Representante da Câmara Municipal de Porto Velho, o vereador Cláudio da Padaria citou entidades sempre carentes de apoio da sociedade, entre as quais a Sociedade Pestalozzi, Associação dos Pais e Amigos de Excepcionais (Apae) e Hospital Santa Marcelina.

“Infelizmente, há políticos que ao se elegerem a primeira coisa que fazem é criar uma associação, e elas nem sempre atendem ao povo em suas necessidades, até desviam recursos. Precisamos apoiar quem realmente faz”, conclamou o vereador.

Ao recomendar às populações que “batam à porta das câmaras, as primeiras que se abrem”, Daniel Pereira desafiou vereadores a produzirem um diagnóstico da situação dos conselhos municipais da criança e do adolescente.

Ele entende que isso estimularia empresários a “ofertar legalmente” percentuais do recolhimento do imposto de renda. “Não se trata de doação, mas do cumprimento lei, e os recursos podem ser aplicados dentro das próprias comunidades”, alertou.

A diretora da Casa Família Rosetta, assistente social Gilse Fulco, disse não ter medo do novo, nem do diferente”, ao mencionar o debate do marco regulador.

Ela falou sobre o funcionamento de diferentes entidades que sustentam esse diálogo, desde as que surgiram no meio rural às que socorrem dependentes químicos e pessoas com necessidades especiais. “Não estamos mais em lados opostos na sociedade, trabalhamos juntos com o governo, e esse diálogo nunca foi tão construtivo como agora”, garantiu.

Grito da Terra- Palacio GV - Vic Gov.Daniel Pereira 21-05-47

Vice-governador Daniel Pereira

RESÍDUOS SÓLIDOS

O vice-governador mencionou também a política de resíduos sólidos, cuja demanda técnica deve ser atendida pelos municípios. “Já tivemos seminários e fizemos visitas para apurar a legislação, porém, sabemos que os recursos só serão liberados com a elaboração de planos específicos, e as emendas feitas pela bancada federal só atendem à aquisição de máquinas e equipamentos”, assinalou.

Segundo Pereira, diversos municípios rondonienses obrigam empregados de prefeituras a percorrer até 100 quilômetros para enterrar o lixo. “Até quando teremos solo para suportar as cargas diárias?”, indagou.

O superintendente estadual da Juventude, Esportes, Cultura e Lazer, Rodnei  Paes, destacou a importância de cursos, convênios e treinamento, entretanto, lamentou que “nem sempre as pessoas são responsáveis, e até causam a sua interrupção”.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Capacitação, Convênios, Distritos, Economia, Educação, Empresas, Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Justiça, Legislação, Meio Ambiente, Previdência, Rondônia, Saúde, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade, Solidariedade, Terceiro Setor


Compartilhe