Governo de Rondônia
Quarta, 12 de maio de 2021

MEGADOSE

Meta do governo é atender 100% das crianças com vitamina A

20 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Técnicos de todos os municípios participaram da Oficina

Técnicos de todos os municípios participaram da Oficina

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), através da Gerência de Programas Estratégicos de Saúde (GPES), realizou nesta terça-feira, em Porto Velho, a 1ª Oficina de Implantação da Vitamina A. No total, dois técnicos – da Atenção Básica de Saúde e Vigilância Sanitária -, de todos os municípios participam dos debates. Eles serão multiplicadores das informações repassadas durante o evento.

Maria Fernanda, nutricionista e representante do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A, do Ministério da Saúde (MS), foi a palestrante da oficina. Ela falou sobre a importância da vitamina A e o avanços que o programa vem obtendo em vários estados do Brasil, em especial na Região Norte.

Maria Fernanda fala sobre programa do MS[/caption]De acordo com dados do MS, a megadose de vitamina A reduz em 23% o índice de mortalidade infantil e em 40% a mortalidade materna. Ainda segundo os estudos do Ministério da Saúde, reduz a gravidade de infecções, como a diarreia, mantém a saúde da visão e dos olhos, e é fundamental para o crescimento, explica Maria Fernanda.

Maria Fernanda fala sobre programa do MS

Maria Fernanda fala sobre programa do MS

Segundo a coordenadora do programa de Alimentação e Nutrição da Sesau, Geani Rebouças, em Rondônia – até quatro anos atrás – apenas quatro cidades faziam o controle da vitamina A em crianças de zero a cinco anos e mulheres grávidas. Hoje, com a implantação da nova metodologia de Saúde, todos os municípios estão habilitados a fazer o controle.

Geani adianta que a meta do governo é atingir 100% de crianças de seis meses a cinco anos no Estado, e 70% das mulheres que tiveram filhos até 45 dias após o parto. A Sesau trabalha com a expectativa de ampliar o número de doses. Até maio deste ano, foram repassadas para o Estado cerca de 50 mil doses, que foram entregues às secretarias municipais de Saúde de cada cidade de Rondônia.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a partir dos seis meses – primeira dose -, todas as crianças até 59 meses de idade que residam em área de risco da deficiência, devem receber doses de vitamina A nos contatos com os serviços de saúde. Para tanto, pode-se verificar no cartão da criança a data da última aplicação de suplementos de vitamina A. Para a segunda dose, de acordo com orientações do MS, a criança deve ter 59 meses, ou seja, antes de completar cinco anos.

Geani Rebolças, da GPES da Saúde

Geani Rebouças, da GPES da Saúde

Registro da Administração
De acordo com Geani Rebouças, o registro é parte importante de qualquer atividade dos serviços de saúde. Da mesma forma que se registram as vacinas aplicadas, devem-se registrar os suplementos de vitamina A administrados.

No serviço de saúde deve-se anotar no Mapa Diário de Administração de Vitamina A o número de administrações realizadas para se ter controle de quantas crianças estão recebendo a megadose de vitamina A.

infografico vitamina A


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe