Governo de Rondônia
Terça, 02 de março de 2021

AGRONEGÓCIO

Microcrédito do Banco do Povo de Rondônia alavanca o pequeno piscicultor

26 de setembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Começar um pequeno negócio é sempre um grande desafio. Por isso, o Programa de Microcrédito Produtivo e Orientado do Banco do Povo de Rondônia é tão importante e tem alavancado iniciativas de sucesso, em especial na piscicultura.

residente do Banco do Povo de Rondônia, Manuel Serra, comemora inadimplência zero

residente do Banco do Povo de Rondônia, Manuel Serra, comemora inadimplência zero

“A rede bancária, até por uma questão de segurança, exige uma infinidade de garantias que, muitas vezes, inviabilizam negócios de futuro, simplesmente porque o pequeno agricultor, por ter apenas seu pedaço de chão, não consegue se enquadrar”, explicou o presidente do Banco do Povo de Rondônia, Manuel Serra.

Com juros baixos e poucas exigências, de 2010 até o momento, quase 1.500 pequenos negócios da agricultura familiar receberam aporte financeiro em todo o estado, que vai de R$ 300 a R$ 10.000. A piscicultura absorveu um terço dos financiamentos, num montante superior a R$ 4 milhões.

Manuel Serra contou que para se conseguir um empréstimo basta fazer um cadastro, estar com o nome limpo e constar da relação de agricultores da Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), que também acompanha e presta assistência técnica.

Outro grande parceiro do Banco do Povo é o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que ajuda na formulação de projetos, dando segurança aos empreendimentos. Todos os serviços, tanto da Emater-RO, quanto do Sebrae, são gratuitos.

O Banco do Povo está presente em quase todos os municípios de Rondônia e, segundo Serra, até o final de 2018, cobrirá todo o estado. “Somos um banco de fomento. Os juros cobrados pelo Banco do Povo estão abaixo da inflação; nossa missão é garantir que todo cidadão rondoniense possa ter seu próprio negócio, com segurança e apoio”.

O presidente Manuel Serra disse que o agricultor de Rondônia cumpre fielmente seus contratos e que a inadimplência beira a zero por cento. “Temos dinheiro e queremos vê-lo circulando. Rondônia é um estado agrícola e os nossos agricultores familiares são responsáveis por mais de 82% de tudo que se produz aqui. Nada mais justo que financiar estes dedicados cultivadores de progresso”.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Marco Aurélio Anconi
Fotos: Marco Aurélio Anconi
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Água, Distritos, Ecologia, Economia, Governo, Inclusão Social, Indústria, Infraestrutura, Meio Ambiente, Piscicultura, Rondônia, Tecnologia


Compartilhe