Governo de Rondônia
Domingo, 19 de janeiro de 2020

INFRAESTRUTURA

Ministro chefe da Casa Civil recebe demandas de Rondônia apresentadas pelo governador Confúcio Moura

23 de fevereiro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Autorização para iniciar a obra do esgoto sanitário de Ji-Paraná e a liberação de recursos para a regularização fundiária no município de Porto Velho, foram alguns dos assuntos tratados na audiência dessa quinta-feira (22), entre o governador Confúcio Moura e o ministro-chefe da Casa Civil, Elizeu Padilha, no Palácio do Planalto, em Brasília.

O projeto do esgoto sanitário de Ji-Paraná está pronto, a obra já foi licitada, autorizada pelo Ministério das Cidades, e de acordo com o governador, a audiência foi no sentido de solicitar ao ministro, a Autorização de Início de Obra (AIO), no valor de R$ de 196 milhões, e a liberação imediata de R$ 30 milhões para começar da obra.

O governador  solicitou ainda ao ministro, recursos para a regularização fundiária urbana para o município de Porto Velho. Segundo Confúcio Moura, também já foi autorizado, falta agora a liberação do financeiro. “O valor é pequeno, R$ 400 mil reais. Deixamos com o ministro essa demanda para que o dinheiro seja liberado  o mais rapidamente possível”, afirmou.

O governador aproveitou a oportunidade e convidou o ministro para inauguração do conjunto residencial Cristal da Calama, em Porto Velho. De acordo com o governador, as moradias são do Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, em parceria com o governo do Estado. O conjunto habitacional possui 1.960 unidades e já está pronto para ser entregue.

Participaram ainda da audiência, a presidente da Caerd, Iacira Azamor; a superintendente de Integração do estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Elizete Lionel; e técnicos da Casa Civil da Presidência da República.

Leia mais:

 Governador busca liberação de recursos no Ministério da Integração Nacional referente à enchente de 2014 em Rondônia 


Fonte
Texto: Zózimo Macedo
Fotos: Alex Nunes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Habitação, Municípios, Obras, Saneamento


Compartilhe