Governo de Rondônia
Domingo, 22 de julho de 2018

PAPEL PASSADO

Moradores do distrito de Jardinópolis, em Castanheiras, comemoram ordem de serviço para regularizar imóveis

06 de julho de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Eroni e Sirlei apostam no distrito de Jardinópolis

O casal Eroni Strangevitch, 49 anos, e Sirlei Ermakowitc, 41 anos nasceram na região Sul do Brasil e a dona de casa Maria das Neves é natural da Paraíba, no Nordeste brasileiro. Mas há pelos menos duas coisas que os une: o amor pelo distrito de Jardinópolis, em Castanheiras, e o sonho de ter em mãos o documento de posse do imóveis que residem.

Sonho esse que se tornou mais próximo na noite de quinta-feira (5) quando, na solenidade realizada na Escola Eugênio Lazarin, o governador de Rondônia, Daniel Pereira, assinou termo de ordem de serviço para o georreferenciamento e topografia dos 211 lotes que serão regularizados através do programa Papel Passado direcionado para regularização fundiária na área urbana.

‘‘Esperamos que em 60 dias já estejamos entregando o documento para vocês’’, disse o governador reforçando ainda que o serviço é uma resposta aos conflitos agrários que levaram Rondônia a ser considerado um dos estados mais violentos quando se trata de briga por posse de terra.

O governador disse ainda que todos os esforços estão sendo feitos para garantir a segurança jurídica da posse de terra e desta maneira promover a qualidade de vida para as famílias rondonienses e avanços para o desenvolvimento do Estado. O casal Eroni e Sirlei, por exemplo, esperam ansiosos pela escritura. Eles querem ampliar a sorveteria que funciona anexo a residência.

O servidor público Eroni conta que chegou no distrito quando ainda tinha 15 anos, dois anos depois do surgimento do distrito. Eram poucos moradores e escassa infraestrutura, mas um lugar acolhedor que aos poucos foi sendo povoado, principalmente por pessoas vindas da região Sul do país. E é onde o casal escolheu morar e progredir.

Quem também é uma defensora do distrito de Jardinópolis é a dona de casa Maria das Neves. Para ela, a principal característica fundamental para há 16 anos ter decidido morar na região foi o sossego do distrito. ‘‘Eu sou da Paraíba, mas morava no Rio de Janeiro quando com seis crianças decidi vir morar em Jardinópolis por sugestão do meu irmão que morava aqui. Queria um lugar tranquilo para criar meus filhos e eu achei essa condição aqui e não me arrependo de ter escolhido Jardinópolis para morar’’, conta ela que disse que aguarda pela escritura da casa para realizar a tão sonhada reforma do imóvel. ‘‘Quero substituir essa casa de madeira e construir uma casa de tijolos’’, planeja ela.

A regularização dos imóveis urbanos do distrito de Jardinópolis faz parte de um conjunto que envolve seis municípios e tem como proposta entregar a escritura para cerca de 10 mil famílias por meio do programa Papel Passado que é do governo federal, mas executado pelo governo do Estado. Uma forma de dar dignidade e garantir o que é de direito da população: a moradia com comprovação da propriedade do imóvel.

Leia também:

 Mais de 4.800 moradores de Nova Mamoré e Guajará-Mirim serão contemplados com Programa Papel Passado


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Governo, Habitação, Municípios, Rondônia


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube