Governo de Rondônia
Segunda, 06 de abril de 2020

DIA INTERNACIONAL

Mulheres destacam iniciativa inédita do governo de levar por meio da Seas exames de prevenção aos cânceres de útero e mama ao distrito de Cujubim Grande

06 de março de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Mulheres foram atendidas com exames de prevenção aos cânceres de mama e colo de útero, numa parceria da Seas com o Hospital de Amor

A iniciativa do governo de Rondônia de levar ao distrito de Cujubim Grande, no município de Porto Velho, programação especial, com foco na saúde, foi destacada nessa quinta-feira (5) durante a abertura oficial das atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, realizada pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas). Os trabalhos no distrito começaram na quarta-feira (4) com rodas de conversas sobre a Lei Maria da Penha, direitos da mulher, entre outras abordagens, na Unidade Básica de Saúde José Gomes Ferreira e na carreta do Hospital de Amor da Amazônia, onde foram atendidas 203 mulheres com o exame papanicolau e mamografias para prevenção aos cânceres de colo de útero e mama.

Moradora do distrito há 12 anos, dona Ivonete disse que a ação teve o diferencial por ser inédita na localidade, de onde muitas mulheres não conseguem se deslocar para buscar atendimento em Porto Velho devido às dificuldades financeiras e de acesso. “Parabenizamos a secretária Luana Rocha pela iniciativa que nos deixou valorizadas como mulheres”, destacou.

Dona Ivonete destacou a iniciativa inédita do governo, que por meio da Seas facilitou o acesso das mulheres a atividades preventivas

Marlene Tavares, que mora em Cujubim Grande há 6 anos, considera que a ação serviu para estimular o exame que muitas têm vergonha de fazer, e por isso, segundo ela, a doença tem se alastrado. “Eu já tinha feito estes exames, mas não com tanta facilidade, como foi agora”, ponderou.

Já Maria Eliete Mourão, auxiliar de serviços de saúde, deu ênfase ao engajamento da Seas e de vários movimentos sociais, inclusive da própria comunidade, bem como do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) e da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), para que a ação ocorresse atendendo à proposta do governo, que é fomentar o acesso aos direitos da mulher, fortalecer os vínculos familiares e a solidariedade intergeracional.

Além de Cujubim, a mesma programação foi realizada no Residencial Orgulho do Madeira, na segunda-feira (2) e terça-feira (3), beneficiando 106 mulheres com os mesmos exames.

RECURSOS

Para atender às vítimas de violência doméstica e familiar que necessitam de medidas protetivas, a Seas também destinou à Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) R$ 700 mil do Fundo Estadual de Direitos da Mulher (Funedm), que foram utilizados na aquisição de dois veículos de grande porte para a Delegacia da Mulher em Porto Velho, sob a gestão da Polícia Civil; e aquisição de vídeo wall, monitores LFD, estrutura de instalação, computadores e mobiliários para instalação da Central Estadual de Monitoramento de Medidas Protetivas de Urgência (Cemmpu) pela Polícia Militar.

Programação foi aberta oficialmente na quinta-feira, em Cujubim Grande

Entre os programas a serem desenvolvidos a partir deste ano, que refletirão de forma positiva nas famílias rondonienses, em especial nas mulheres, a secretária Luana citou o Cofinanciamento Estadual do Sistema Único de Assistência Social (Suas), na modalidade fundo a fundo, através do qual serão repassados recursos aos municípios para execução de serviços e programas estaduais, como o Criança Feliz + e Mamãe Cheguei, que integram o Plano Estadual da Primeira Infância Crescendo Bem.

O objetivo do Mamãe Cheguei é incentivar as mulheres às consultas do pré-natal, valorizar as ações da assistência ao pré-natal, parto e nascimento; contribuir com a diminuição da mortalidade materna e neonatal, e ainda fornecer kit enxoval a gestantes que fazem parte do Cadastro Único. Com o Criança Feliz+, a Seas prestará apoio financeiro temporário às famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica, inseridas em programas de primeira infância no Sistema Único de Assistência Social, cuja renda mensal esteja inserida nas faixas de pobreza e extrema pobreza. “Todos as ações contemplam mulheres do campo e da cidade”, reforçou a secretária.


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Antônio Lucas
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Brasil, Evento, Governo, Inclusão Social, Municípios, Rondônia, Saúde


Compartilhe