Governo de Rondônia
Domingo, 15 de setembro de 2019

ARTE E CULTURA

Museu da Memória Rondoniense é criado por meio de decreto pelo Governo de Rondônia

07 de maio de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Museu da Memória Rondoniense, em Porto Velho

O governador de Rondônia, Daniel Pereira, assinou o decreto de criação do Museu da Memória Rondoniense na última semana de abril. Publicado no dia 27 de abril, o decreto designa o museu como equipamento cultural museológico subordinado a Fundação Cultural do Estado de Rondônia (Funcer). Antes o espaço era gerenciado pela Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel). Com a publicação do decreto torna-se oficial a criação do museu.

O museu que funciona no prédio onde funcionou a sede do governo, o Palácio Presidente  Vargas, na rua D. Pedro II, no centro de Porto Velho, abriga as obras de artes do Estado inclusive do Salão de Artes Plásticas de Rondônia (Sart), Centro de Documentação Histórica, exposições temporárias e de longa duração, além de auditório, sala de pesquisa e laboratório de analise arqueológica.

A criação do museu iniciou na Sejucel e consolidou na Funcer, atual administradora. Em 2015, quando ainda funcionava a administração pública, já era cogitado o uso do espaço para um museu. “Nesses quase três anos, tivemos exposições a respeito da vida ribeirinha, fósseis que foram encontrados no Rio Madeira, obras de artes de artistas de Rondônia e ganhamos uma exposição permanente da artista plástica referência do estado, Rita Queiroz” fala Ednair Rodrigues, diretora do museu.

O museu passará por uma restauração e requalificação do prédio. Essas mudanças vão trazer para o prédio facilidade para montar exposições que contam histórias do estado, além de acessibilidade e a cor original que espaço tinha na época. A reforma já está sendo providenciada para começar ainda no ano de 2018.

Com horário de atendimento diferenciado, o museu abre de segunda a sexta-feira das 9h às 17h. O espaço recebe cerca de 30 visitantes por semana, além de turmas escolares com visitas pré agendadas, e disponibiliza todo seu acervo para pesquisas. Pesquisas mais intensas são necessários agendamentos.

Leia mais:

 Acervo, arquitetura e mobilidade têm prioridade em projeto de restauração do Museu da Memória Rondoniense

 Alunos aprendem sobre a cultura rondoniense no Museu da Memória Rondoniense


Fonte
Texto: Maximus Vargas
Fotos: Admilson Knightz
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Cultura, Governo, Rondônia, Sociedade


Compartilhe