Governo de Rondônia
Sexta, 05 de março de 2021

DESENVOLVIMENTO

Nova estrutura da Agência de Rendas de Ouro Preto do Oeste oferece mais conforto e agilidade aos contribuintes

09 de setembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Solenidade de inauguração aconteceu na manhã desta sexta-feira, 09

Solenidade de inauguração aconteceu na manhã desta sexta-feira, 09

 

O município de Ouro Preto ganhou, nesta sexta-feira (09), o prédio da Agência de Rendas, em ato que reuniu produtores rurais, empresários, prefeitos da região e parlamentares. Os discursos abordaram a situação econômica de Rondônia frente a grandes potencias do país, mas ficou evidenciado que o setor produtivo quer outras alternativas para desenvolver.

Para o governador Confúcio Moura, que considera o município a sala de visita do estado, o estado pode ficar ainda mais rico com a recuperação de pastagens, a retomada da produção do café e cacau. Ele destacou ainda o entrave para Rondônia que são as 90 mil propriedades rurais que ainda esperam pela documentação definitiva.

Confúcio assinalou no rápido pronunciamento que o potencial produtivo do estado continua a mostrar exemplos para o país. “Temos indústrias de laticínios que funcionam com apenas 60% de sua capacidade. Falta leite para atender a demanda”, exemplificou.

A Agência de Rendas é moderna e funcional. Oferece conforto para quem atende e para quem é atendido. O órgão, segundo o governador, arrecada, mas também divide. “O imposto que o empresário paga chega às prefeituras, aos demais poderes, se transforma em renda e volta ao comércio”, disse.

Governador salientou potencial produtivo da região

Governador salientou potencial produtivo da região

CONTAS

Em elogio à classe produtora, Confúcio disse que a situação econômica, que deixa Rondônia num grupo restrito de estados que mantém os compromissos em dia, não resulta de obra apenas do governador. “É a força dos produtores, dos empresários, dos trabalhadores quem produz este momento único”, argumentou no discurso.

O prédio anterior da agência foi construído em 1987. Só agora, conforme o secretário estadual de finanças, Wagner Garcia de Freitas, estão sendo feitos investimentos no setor. Foram gastos R$ 404 mil na construção, com dinheiro do estado. Wagner deixou para reflexão o fato de que, num momento em que uma crise econômica assusta grandes estados brasileiros, em Rondônia, o governo paga salários no mês trabalhado, honra compromissos com fornecedores e entrega obras.

Outras duas agências ganharam novas instalações. E ainda estão por se entregues obras em Pimenta Bueno, Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná e Vilhena.

APOIO

Ouro Preto, pelas belezas que apresenta, tem o turismo como substancial fonte de receita. O agronegócio, como em todo o estado, também é forte e quer crescer mais. A presença do governador na inauguração levou para a cerimônia prefeitos de municípios vizinhos. Eles queriam a garantia de que o governador não faltará com apoio para a região. Confúcio respondeu que o suporte é resultado de parceria com parlamentares, a quem cabe contribuir destinando emendas que asseguram os recursos financeiros.

A importância da arrecadação foi apontada por José Silva, prefeito do município de Nova União, como o caminho para que as obras sejam executadas. Ele arrematou: ”não existe educação, segurança e saúde se não há renda”.

 

Leia mais:
Equilíbrio financeiro de Rondônia é destacado durante inauguração da Agência de Rendas de Presidente Médici
Guajará-Mirim ganha sistema de videomonitoramento da fronteira e nova sede da Agência de Rendas


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Empresas, Evento, Governo, Indústria, Infraestrutura, Obras, Rondônia, Serviço, Sociedade


Compartilhe