Governo de Rondônia
Quinta, 20 de junho de 2019

ECONOMIA

Novos membros do Colégio de Vogais tomam posse com missão de manter Junta Comercial de Rondônia entre as melhores do Brasil

11 de junho de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Presidente da Jucer José Alberto Anísio dá posse a novos membros do Colégio de Vogais e afirma que meta é manter a Junta no topo

 

Os novos membros do Colégio de Vogais da Junta Comercial de Rondônia (Jucer), nomeados pelo governador Marcos Rocha em publicação no Diário Oficial do dia 21 de maio, tomaram posse nesta terça-feira (11) com a missão de manter a Junta entre as melhores do Brasil. ‘‘Essa turma tem mandato de quatro anos e a gente espera que a Junta permaneça no topo das demais juntas do Brasil e que melhore cada dia mais’’, afirma o presidente José Alberto Anísio.

Responsável pelo registro público empresarial e estratégica para o crescimento econômico do Estado, a Jucer foi eleita por dois anos consecutivos como a mais célere do país, no ranking levantando pela Receita Federal. Um feito conquistado através de um grande esforço que terá continuidade com o novo colegiado que deve planejar estratégias para desenvolver trabalhos que resultem em um serviço cada vez mais efetivo e otimizado para a sociedade.

”Hoje eles assumem esse honrado compromisso de fazer parte desse renomado Colégio de Vogais que vem prestado um excelente serviço à sociedade. Hoje, a Jucer é uma junta moderna que vem simplificando e desburocratizando seus processos e procedimentos”, avalia o vice-presidente da Jucer, Roger Francis Cardoso Ribeiro.

Presidente da Jucer José Alberto Anísio e vice-presidente Roger Francis destacam importância do Colégio de Vogais nas deliberações da Junta Comercial

O Colégio de Vogais é composto por representantes de diversos órgãos representativos da sociedade . ‘‘Não tem como dissociar a Junta Comercial das questões relativas ao crescimento econômico do Estado porque é instituição que trabalha com o processo de legalização e regulamentação de empresas. Uma vez que os empresários tem potencializada a sua condição de empreender, ele vai gerar mais emprego, mais renda e essa renda volta para a economia gerando mais atividades produtiva’’, considera o representante do Conselho Regional de Economia (Corecon), Márcio dos Santos Alves.

O colegiado possui vogais e suplentes representantes de órgãos como a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), Federação das Entidades Estaduais das Micro e Pequenas Empresas do Estado de Rondônia (Feempi); Conselho Regional de Administração de Rondônia (CRA/RO); Conselho Regional de Contabilidade do Estado de Rondônia (CRC/RO); Conselho Regional de Economia (Corecon/RO).
E ainda a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio); Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Rondônia (FCDL); Associação Comercial de Rondônia (ACR); Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) e Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Rondônia (Facer).
Leia mais.

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Economia, Empresas, Evento, Governo, Municípios, Rondônia, Servidores, Sociedade


Compartilhe