Governo de Rondônia
Quinta, 05 de dezembro de 2019

FUMAÇA

Oftalmologista alerta para cuidados com os olhos nesta época de queimadas em Rondônia

21 de agosto de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

A oftalmologista Kledione Falcão explica a importância de procurar um especialista

Com a fumaça que cobriu a capital, resultado das queimadas urbanas e rural, os atendimentos nas unidades de saúde tem aumentado. As crianças são as que mais sentem, apresentando problemas respiratório. Mas a população deve ficar atenta para outras doenças e cuidados, principalmente com os olhos. Especialistas alertam quanto à necessidade de cuidar da visão nesse período.

A população não se atenta, mas a primeira manifestação de desconforto nessa época é nos olhos, que ficam irritados, juntamente com a mucosa do nariz e boca seca.

A oftalmologista Kledione Falcão explica a importância de procurar um especialista, apesar de os diagnósticos serem quase sempre os mesmos quando os olhos estiverem irritados e avermelhados. “As manifestações mais comuns nesse período são olhos vermelho, que chamamos de perimia ocular, lacrimejamento excessivo, irritação, sensação de areia, inchaço das pálpebras, ardência, queimação, sensação de esforço visual, peso ao redor dos olhos e sensação de cansaço, podendo atrapalhar nas atividades no dia a dia”.

Em termo de prevenção, nesse período em que a fumaça está bastante concentrada no ar ambiente e fora, é recomendado usar colírio lubrificante, que são lágrimas artificiais. “No mercado encontramos vários tipos, porém a recomendação é que a pessoa faça uma avaliação oftalmológica para que o médico possa indicar a melhor opção, e somente o especialista é capaz de reconhecer a melhor lágrima artificial para ser utilizada porque eventualmente existem doenças silenciosas, que realizando um exame é capaz de identificar. Então, usar colírios recomendados por terceiros não é indicado”, ressaltou a oftalmologista Kledione Falcão.

“O tempo seco, a fumaça e a poeira desta época do ano irritam bastante os olhos mais sensíveis. É quase instintivo levarmos as mãos aos olhos. Porém, nossas mãos quase sempre estão sujas e, ao coçar, prejudicamos ainda mais. O ideal é procurar um especialista para prescrever o lubrificante ocular mais indicado”, explica a oftalmologista.

Leia mais:

 Problemas respiratórios prevalecem no Hospital Cosme e Damião devido à fumaça em Porto Velho

 População de Rondônia deve se atentar aos cuidados com a saúde no verão amazônico; fumaça agrava doenças respiratórias


Fonte
Texto: Sângela Oliveira
Fotos: Jeferson Mota e Sângela Oliveira
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Saúde, Serviço, Sociedade


Compartilhe