Governo de Rondônia
Sábado, 23 de março de 2019

DESENVOLVIMENTO

Rondônia busca interligar instrumentos de planejamento estratégico, tático e operacional para tornar políticas públicas 100% executáveis

13 de março de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Entre as prioridades a modernização da máquina pública através do investimento em sistemas informatizados

 

Aplicar recursos públicos em projetos práticos que tragam resultados reais para a sociedade rondoniense. Essa foi a determinação do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, em reunião realizada na terça-feira (12) com a equipe de planejamento do Estado ao discutir as prioridades de governo.

 

‘‘Não quero propor tantas coisas e depois perder o foco, e projetos mirabolantes que não atendam às necessidades da população pra mim não servem’’, disse o governador.

 

A missão é construir um planejamento com eixos temáticos precisos e com propostas bem definidas onde cada ação seja executada levando em consideração o impacto social, econômico e fiscal e com o desafio de integrar instrumentos de planejamento estratégico, tático e operacional. Além de incluir o que está estabelecido no Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável (PDES) que é um instrumento orientador das ações governamentais no período de 2015-2030 para o desenvolvimento inclusivo e sustentável.

Governador Marcos Rocha discute com equipe de planejamento do Estado ações prioritárias para atender as necessidades da população

O governador citou entre as prioridades a modernização da máquina pública através do investimento em sistemas informatizados que, além de reduzir custos, dá mais agilidade aos serviços prestados à população. Ele acredita ainda que a tecnologia pode ser uma grande aliada na otimização dos recursos humanos e evitar que haja no sistema pessoas executando a mesma tarefa quando poderia ser aproveitada em outra finalidade. ‘‘Precisamos melhor formatar a estrutura do Estado’’, aponta.

Os programas fiscais também devem ter uma atenção especial e oportunizar aos contribuintes a regularização da situação fiscal perante o Estado. Assim também como a segurança pública que deve ser fortalecida no tripé: Tecnologia, inteligência e monitoramento.

O governador ainda destacou que a valorização do servidor está entre as prioridades. Quanto à infraestrutura, ele determinou que 100% das estradas estaduais de Rondônia sejam beneficiadas trazendo mais agilidade no escoamento da produção e redução de acidentes de trânsito.

A Saúde, uma das áreas mais delicadas e carentes de investimento no país, também é considerada prioridade de governo. A ordem é concluir os hospitais que estão em obras no Estado e construir o Hospital de Urgência e Emergência (Heuro), em Porto Velho. Na Educação, entre as propostas está investir em escolas em tempo integral, mediação tecnológica e a intervenção positiva através de escolas militares em bairros com situações sociais problemáticas. E o setor produtivo considerado estratégico para o desenvolvimento de Rondônia também deve ser fortalecido com ações direcionadas especialmente aos agricultores familiares.

DESAFIOS

Este é o primeiro ano do governo Marcos Rocha que tem o desafio de estabelecer as prioridades de governo diante do que propôs para o Estado, uma gestão transparente, com afinco no combate à corrupção, enxugamento da máquina pública e com ações que dê novo fôlego para que o Estado aumente a capacidade de investimentos.

Mudanças que devem ocorrer em meio a um cenário econômico delicado. O Estado precisa, entre outras relevantes prioridades, superar a dívida bilionária do Banco do Estado de Rondônia (Beron), resolver a situação da endividada Caerd, a transposição de servidores para o quadro da União, o pagamento de precatórios e falta de reservas no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Rondônia (Iperon).

Mas a missão é dar a Rondônia um novo salto em desenvolvimento. O Estado localizado na Região Norte do Brasil, um dos mais novos da federação, com apenas 37 anos, mostra-se como um terra de oportunidades onde a vocação para o agronegócio, com investimento em inovações, pesquisa e tecnologia, tem juntamente com os avanços em outras áreas estratégicas puxado a economia para cima e faz Rondônia ser considerada uma unidade da federação estratégica para o desenvolvimento do país.

Leia mais.


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Brasil, Economia, Governo, Infraestrutura, Meio Ambiente, Municípios, Rondônia, Sociedade, Tecnologia


Compartilhe