Governo de Rondônia
Terça, 25 de fevereiro de 2020

MORADIA POPULAR

Orgulho do Madeira em Porto Velho recebe mais 1.120 famílias até o final deste semestre; sorteio de endereço foi feito sábado e vistoria acontece a partir de março

13 de fevereiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Suelen se emocionou ao ser chamada pela secretária Hérika.

Suelen se emocionou ao ser chamada pela secretária da Seas.

O dia ameno no sábado (11) colaborou para que mais 1.120 pessoas contempladas com moradia no Residencial Orgulho do Madeira, localizado no bairro Mariana, em Porto Velho, pudessem aguardar com mais tranquilidade o sorteio do endereço do apartamento em que passarão a morar ainda no primeiro semestre deste ano, conforme previsão da Coordenadoria de Habitação da Secretaria Estadual de Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas).

Mãe de dois meninos, de 4 e 6 anos de idade, um deles com deficiência auditiva, Suelen da Silva Lima, de 33 anos, não cabia em si de contente. Foi a primeira a ser chamada pela secretária estadual da Assistência Social, Hérika Fontinele, que anunciou o número de sua inscrição, o nome da rua, bloco e quadra em que a contemplada irá morar.

Atualmente sem emprego, vivendo com a ajuda da mãe, Suelen contou que há quatro anos vence dificuldades para conseguir a casa própria, uma delas pelo fato de ter tido o nome incluído no Cadastro de Inadimplentes (Cadin) com o poder público. Superado o problema, ela sábado era só alegria. “Muito feliz, graças a Deus”, disse, elogiando em seguida a organização do sorteio.

Se tudo ocorrer como previsto, Suelen passará a morar na rua 8, bloco 2 da quadra 598, em apartamento no térreo, antes ainda de acabar o primeiro semestre. Ela e os demais sorteados já saíram da quadra esportiva do Colégio Tiradentes, da Polícia Militar, onde foi realizado o sorteio, com a data em que representantes da construtora Direcional visitarão os imóveis para fazer a vistoria.

“É preciso que vocês fiquem atentos para a data de vistoria, porque vocês têm de estar presentes. Não podem enviar ninguém”, alertou o coordenador de Habitação da Seas, José Carlos Monteiro Gadelha.

Antes mesmo de começar o sorteio dos endereços, Gadelha pediu para que reflitam sobre convivência em condomínio a partir da expressão “o meu direito termina quando começa o do vizinho”, repetidas algumas vezes por ele. “Se todos agirem corretamente, haverá um bom nível de convivência”, afirmou.

Luis Carlos disse que sair do aluguel "é um alívio."

Luis Carlos disse que sair do aluguel “é um alívio.”

Segundo Gadelha, as vistorias nos imóveis têm início dia 6 de março. Concluída esta etapa, o Banco do Brasil, instituição bancária que administra a construção do imóvel e operacionaliza o financiamento, fará a análise dos contratos e chamará os beneficiários para assiná-lo. Esta etapa pode levar dois meses. Depois disso, ocorrerá a entrega da chave.

“Encostado” em razão de derrame na perna há 20 anos, Luís Carlos Pereira, de 53 anos, tenta a casa própria desde 2012. “Graças a Deus vou sair do aluguel, pagar o que é meu, é um alívio para mim”, disse após receber um pequeno papel contendo a quadra 594, onde irá morar com um filho de 23 anos, na rua Osvaldo Ribeiro, lote 86, Bloco 7, apartamento 101.

Rosilene de Almeida, 48 anos, doméstica, vai morar com uma filha, na quadra 595.  Sua vistoria no imóvel está marcada para o dia 16 de março. “Olha, capricha na minha foto para não sair feia”, pediu, toda sorridente, garantindo que irá participar das reuniões de condomínio.

O sorteio de endereços dos 1.120 beneficiários contemplados com o imóvel no Residencial Orgulho do Madeira envolveu cinco quadras. O empreendimento é o maior de Porto Velho, com um total de quatro mil imóveis, dos quais 3.744 são apartamentos e 256 casas. Já foram entregues 1.680 unidades (704 em maio de 2016 e 976 em dezembro), e o governo atua para que a totalidade de imóveis seja entregue até o final do ano.

Os beneficiários irão pagar prestações que variam entre R$ 80 e R$ 270, taxa de condomínio, água e luz. No sorteio de sábado, os beneficiários foram apresentados a representantes de diversas instituições do estado e do município que são parceiras em suas respectivas competências nas ações que serão adotadas a partir da instalação dos moradores, como a ligação de luz e fornecimento de água.

INFRAESTRUTURA

Rosilene vai morar com a filha

Rosilene vai morar com a filha

O Orgulho do Madeira foi construído em área de 37 hectares.  Sua infraestrutura inclui estação de tratamento de água, rede de esgoto, iluminação pública, ruas pavimentadas, calçadas com acessibilidade, gramado, estacionamento, área de lazer e playground infantil. Os apartamentos têm 42 metros quadrados, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

O governo de Rondônia idealizou o programa Morada Nova, pois há muito tempo não eram feitas moradias populares no estado. Com isso, se tornou parceiro do programa federal Minha Casa Minha Vida e assim, segundo o subchefe da Casa Civil Waldemar Albuquerque, representante do governador Confúcio Moura, o estado conseguiu “quadruplicar” o número de moradias previstas para Rondônia devido às gestões feitas em Brasília.

“Havia uma programação de apenas cinco mil unidades, mas o governador relatou a necessidade muito grande e conseguiu com luta 22 mil casas para todo o estado, e do total somente na capital são 12 mil”, contou, parabenizando a secretária Hérika, o coordenador de Habitação e toda a equipe da Seas pelo trabalho realizado.

Leia mais:

Contemplados com apartamentos no Orgulho do Madeira são convocados para reuniões a partir do próximo dia 20


Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura, Governo, Habitação, Infraestrutura, Municípios, Obras, Serviço, Sociedade


Compartilhe