Governo de Rondônia
Segunda, 16 de setembro de 2019

CIDADANIA

Ouro Preto do Oeste ganha o 37º Posto de Identificação do estado

23 de maio de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Gabriela Rocha: realizada com a coleta dados pessoais para a emissão de documentos de identificação

A servidora municipal Gabriela Rocha está realizada com seu novo ofício: coletar dados pessoais para a emissão de Registro Geral, as carteiras de identidade, dos moradores. “Muita gente agradece, mas estou fazendo o que é meu dever”, analisa a funcionária do Posto de Identificação instalado na Prefeitura de Ouro Preto do Oeste, que foi inaugurado terça-feira (22).

Desde a semana passada, Gabriela reveza com uma colega os serviços. É nessa tarefa que ela observa como é importante para o cidadão ter seu próprio documento de identificação.

Este é o 37º Posto de Identificação que entra em funcionamento. Faltam 15 para que todos os municípios do estado sejam contemplados com o serviço, que foi criado pelo delegado Júlio Kasper,  diretor do Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC).

Para o governador Daniel Pereira, Kasper é um visionário.

Para o secretário estadual de Segurança, Defesa e Cidadania, coronel Ronimar Jobim, um exemplo para os demais servidores.

Ter um posto de identificação significa levar cidadania, pois possibilita ao cidadão que não tem Carteira de Identidade obter o documento sem necessitar ir a uma delegacia de polícia, como ainda ocorre em Rondônia, embora a cena esteja com os dias contados. “Vamos chegar a todos os municípios”, garante o governador Daniel Pereira.

Os documentos são emitidos pelo IICC, mas sempre utilizaram datiloscopistas, os servidores da Polícia Civil que foram treinados para realizar a identificação, através de registros das digitais na elucidação de crimes.

O projeto do diretor Júlio Kasper é simples. As prefeituras cedem uma sala e servidores que são treinados. Em troca, recebem um kit com material para a coleta de dados pessoais.

A coleta passa a ser feita pelos servidores municipais. As informações são encaminhadas para o IICC, que emite os documentos. Os datiloscopistas ficam liberados para reforçar as investigações nas delegacias.

A cerimônia aconteceu no auditório do Ministério Público, que fica ao lado do prédio onde funcionará o posto. Para um acontecimento tão relevante, pessoas comuns, servidores municipais e convidados lotaram o espaço.

Daniel Pereira, Vagno Panisoly e Júlio Kasper exigem o acordo de cooperação: documentos mais rápidos

O embaixador alemão Georg Witschel, que veio para participar da 7ª Rondônia Rural Show, também participou do ato em que o prefeito Vagno Panisoly e o governador Daniel Pereira firmaram o acordo de cooperação para validar a parceria que se consolida com o Posto de Identificação.

Sorridente, Witschel concordou que Ouro Preto do Oeste é o único município que tem um embaixador  como testemunha do compromisso.

Daniel Pereira enumerou as vantagens do Posto de Identificação e anunciou que acontecerá no próximo dia 4 a licitação para contratar a instituição que emitirá e Rondônia, as carteiras de identidade digitais. “Seremos o segundo estado a ter esta novidade”, garantiu.

O novo formato da identificação trará mais segurança e será emitido com mais agilidade. Para que mora no interior do estado, ficará pronto em uma semana. No sistema atual, em alguns casos, ainda demora mais de dois meses para chegar às mãos do cidadão.

O governador de Rondônia comemora, também, o número de datiloscopista que voltarão para as tarefas rotineiras nas investigações. Segundo ele, o aproveitamento inteligente dos recursos humanos na área de segurança fará com que o estado mantenha o equilíbrio nos gastos com pessoal e ainda melhorar a prestação de serviços.

O município Ouro Preto do Oeste, que está localizado na região central do estado e é cortado pela BR 364 tem muito a ganhar do o Posto de Identificação. Sua população tem no agronegócio a principal vocação, embora o turismo seja muito forte por conta das belezas naturais que oferece.

Quem trabalha no campo tem pouco tempo para perder e buscar a carteira de identidade pode exigir bastante tempo fora do labor cotidiano. Com o Posto de Identificação, tudo fica mais fácil.

Leia mais:

Convênio firmado com São Paulo resulta na primeira prisão em Rondônia


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Evento, Governo, Inclusão Social, Municípios, Polícia, Rondônia, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe