Governo de Rondônia
Segunda, 25 de maio de 2020

COVID-19

Ouvidores das unidades de saúde do Estado compartilham informações sobre demandas da pandemia em Rondônia

11 de maio de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

A população deve denunciar descumprimento do Decreto

Buscando alinhar o compartilhamento de informações que possam tornar célere a resolutividade das demandas que aportam nas unidades de saúde estaduais durante o período de pandemia da Covid-19, a Ouvidoria Geral do Estado de Rondônia realizou, na na última sexta-feira (8), uma videoconferência que contou com a participação dos ouvidores dos hospitais públicos do Estado

De acordo com o ouvidor geral interino do Estado, Bosco Cardoso, a iniciativa tem a intenção de repassar orientações sobre o tratamento dos casos que chegam à ouvidoria durante esse período de pandemia. “Antes, a Ouvidoria Geral realizava mensalmente reuniões com todos os ouvidores e interlocutores do Executivo Estadual, onde eram apresentados relatórios de cada secretaria, além de capacitação para o aprimoramento das atividades de Ouvidoria. Nesse período em que evitar aglomerações e manter o distanciamento é essencial, precisamos nos reinventar para não haver descontinuidade do serviço de ouvidoria”.

O ouvidor geral ainda esclareceu que, de acordo com o Decreto de Calamidade Pública do Estado, em caso de descumprimento das medidas previstas, a população deverá comunicar às autoridades competentes, mediante o telefone da Ouvidoria Geral 0800-647 -7071, para apuração das práticas de infrações administrativas.

O cidadão também pode fazer suas manifestações através do e-mail: ouvidoria@ouvidoria.ro.gov.br ou de forma online no sistema Fala.BR, no Portal do Governo: sistema.ouvidorias.gov.br/publico/RO/Manifestacao/RegistrarManifestacao.

Para o ouvidor do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Cleomar do Nascimento, a saúde tem suas peculiaridades, porque existem questões que precisam ser discutidas em conjunto para se chegar a um consenso. Salientou ainda que a reunião, através de videoconferência, é algo novo, mas necessário neste período de pandemia, para que haja uma interação entre os ouvidores na busca por uma resposta rápida das manifestações e isso evita que passe por instâncias superiores.

Além do ouvidor geral do Estado e do ouvidor do Cemetron, participaram também da videoconferência a ouvidora da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Raquel Silva Santos, o ouvidor do Pronto Socorro João Paulo-II, Silvio Batista e o ouvidor do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, Edvaldo Feitosa.

Leia Mais:

 População pode esclarecer dúvidas e denunciar o descumprimento do Decreto de Calamidade Pública em Rondônia

 Rede de Ouvidorias Públicas rondoniense destaca a transparência e o combate à corrupção


Fonte
Texto: Vanessa Farias
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe