Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

Pagamento

Pagamento dos servidores movimenta vendas no mercado

25 de novembro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Comerciantes Genésio e Mauriti aguardam com expectativa o movimento do Natal

Comerciantes Genésio e Mauriti aguardam com expectativa o movimento do Natal

O comércio de Rondônia vive a partir de hoje a grande expectativa de vendas para o natal, com a circulação de nada menos de R$ 221 milhões, colocados no mercado com o pagamento da folha dos servidores, já depositados pelo Governo do Estado.

Os comerciantes instalados no Camelódromo da Rua Barão do Rio Branco, Genésio Teles e Mauriti Alves, têm opiniões semelhantes. Segundo eles o movimento ainda está “muito fraco”, entretanto, esperam, a partir de amanhã, a grande retomada das compras com o pagamento que hoje já está nas contas dos servidores, e com a expectativa do grande volume de dinheiro que deverá girar no comércio com o pagamento de dezembro e do 13º salário.

A Secretaria de Administração do Governo prevê a injeção no mercado rondoniense pouco mais de R$ 450 milhões com o pagamento do mês de dezembro e do 13º salário do funcionalismo, o que, de fato, deverá incrementar as compras de final de ano em Porto Velho e em todo o Estado.

Este montante, segundo explica a superintendente de Administração e Recursos Humanos do Governo, Carla Ito, representa o universo da folha de pagamento hoje, integrando os órgãos da administração direta e indireta. Tanto ela quanto o secretário adjunto de Finanças, Wagner Garcia de Freitas, são unânimes em afirmar que manter a folha do funcionalismo em dia, apesar de desafiador pelas dificuldades naturais de caixa, tem sido estimulante porque é um compromisso do Governo não atrasar e manter os salários em dia.

Secretário adjunto de Finanças, Wagner Garcia de Freitas

Secretário adjunto de Finanças, Wagner Garcia de Freitas

O comércio, que espera a partir de hoje, um incremento no movimento de compras, sempre se firmou neste compromisso do Governo pagar em dia, visto que o segmento ainda depende do bolso do servidor público.

Para o economista Tomás Feitosa, o pagamento do funcionalismo funciona como termômetro no comércio

Para o economista Tomás Feitosa, o pagamento do funcionalismo funciona como termômetro no comércio

O economista Tomas Cavalcante Feitosa, empresário do setor de alimentação, disse que já conhece as nuances do mercado. Para ele, o pagamento do funcionalismo funciona como termômetro no comércio. “Nesta época há uma retração nas vendas, mas isso é previsível”, assinala ele, confiante no aquecimento em todos os setores com o pagamento dos servidores e com a previsão da folha e do 13º salário em dezembro. “Para a felicidade do mercado, o Governo tem mantido o pagamento em dia até agora”.

 


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues
Fotos: Cleuber Rodrigues
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo, Rondônia, Sociedade


Compartilhe