Governo de Rondônia
Quarta, 03 de março de 2021

Palestra “Como evitar delitos” é ministrada aos Socioeducadores e Agentes Penitenciários

10 de dezembro de 2013 | Governo do Estado de Rondônia

86534A08-44C4-4FDC-BDE9-4D5F5D228720_6-sejus

Com o objetivo de instruir os futuros agentes penitenciários e socioeducadores sobre quais procedimentos deverão ser tomados para evitar delitos e o que não deve ser praticado por servidores que atendem dentro das unidades socioeducativas e penitenciárias, a direção da Escola de Estudos e Pesquisas Penitenciárias (Esep) tem agregado palestras que são enriquecedoras do repertório de situações que os novos servidores encontrarão ao longo da vida profissional.

A palestra teve duração de duas horas e o delegado Loubvar destacou o papel da Dedcsp, quais as medidas tomadas pela delegacia, como os agentes devem proceder em tratamentos aos apenados, familiares e os demais colegas de trabalho, como se resguardar em certas ocasiões e apresentou exemplos de vários fatos delituosos já ocorridos no sistema penitenciário de Rondônia.

Loubvar parabenizou a iniciativa da Sejus em convidar profissionais de outras instituições para somar conhecimentos e preparar melhor esses alunos. “Vim compartilhar conhecimentos, tenho certeza que estes alunos sairão daqui com mais consciência e sem dúvidas que isso irá refletir no sistema penitenciário do nosso Estado”, disse.

O diretor da Esep, Claudio Negreiros, que também é agente penitenciário, disse que vendo a necessidade de um melhor conhecimento da categoria na área resolveu inserir no cronograma do curso a palestra com alguém da área de delitos. “Estes alunos sairão aptos a atuar no sistema penitenciário e, para que isso aconteça, temos que investir na preparação dos mesmos, com profissionais nas mais diversas áreas que envolvem todo o sistema”, finaliza o diretor.

Já Elivelton Araujo, um dos alunos que assistiu à palestra, reforçou a importância do contato com várias áreas que atendem a segurança pública. “Palestras como está nos darão a segurança de que estamos tomando a medida certa e assim evitando qualquer tipo de constrangimentos para os apenados, familiares e para nós mesmos, e assim podemos ter um sistema mais humanizado”, finaliza.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe