Governo de Rondônia
Quarta, 21 de agosto de 2019

GESTÃO DA FELICIDADE

Palestra sobre aposentadoria é o tema do Programa Gestão da Felicidade

27 de junho de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Entre os segredos da felicidade do homem destacam-se o desejo de ser útil, ter uma ocupação e servir. Esta é uma das orientações do professor doutor japonês Masaharu Taniguchi, autor da obra A Verdade da Vida, que também foi o tema abordado na palestra “Existe vida após a aposentadoria”, do também professor Ramiro Vieira, da coordenação da Escola de Governo, para o Programa Gestão da Felicidade, na manhã desta quarta-feira (27), no auditório da instituição no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho.

Ramiro e Isis Queiroz durante a palestra “Existe vida após a aposentadoria, do Programa Gestão da Felicidade

O evento que tem uma direção – os servidores aptos a aposentar-se -, também foi aberto a todos os servidores, que de alguma forma têm interesse pessoal com o assunto ou que tenha algum familiar aguardando o momento para requerer a aposentadoria. Segundo Isis Queiroz, diretora da Escola de Governo, este é um momento crucial na vida do servidor, e é importante que se preparem para a transição, lembrando que a aposentadora não significa o fim, e que a inatividade, esta sim, é uma opção de cada um.

A palestra abordou pontos importantes do processo de aposentadoria, com indagações e afirmações pertinentes como reflexão, destacando a importância do desapego ao cargo que ocupa, eis que nem ele pertence ao servidor, que pode ser hoje e não ser amanhã. Mas citou também vícios (clichês) do cotidiano no ambiente de trabalho, quando o servidor se intitula proprietário de determinado bem, como meu grampeador, minha cadeira, meu computador, minha mesa, etc.

O coordenador explicou que desligar ou desapegar desta situação pode ser muito difícil para o servidor na hora da aposentadoria. Daí a importância da preparação, do planejamento para este momento da vida, destacando a importância de continuar sonhando grande, ter projetos, objetivos, ter o que fazer, e manter ativa a capacidade de realização e de continuar crescendo, para não ter medo do futuro, do que vier.

Segundo ele, a aposentadoria não pode ser um momento de sofrimento, e não importa o nível da remuneração daquele que está aposentado, eis que ter muito dinheiro não significa ter felicidade. Na verdade, a felicidade, segundo Taniguchi, é um estado de profundo alegria espiritual que se manifesta externamente na vida das pessoas que se alegram com a felicidade das outras. Por isso é que existem pessoas ricas e tristes, e pessoas humildes e felizes.

Por fim, o palestrante fez ver que a aposentadoria é um período de transição da vida, que exige toda preparação, todo planejamento e uma avaliação completa de todo o processo, e principalmente em relação a quantia da remuneração, para evitar sofrimento e arrependimento, por isso a importância de eventos como este que podem ajudar, colaborar com os servidores neste processo e em suas escolhas. “O servidor (aposentando) precisa planejar seu tempo, e entender que ele próprio é a prioridade”, disse Ramiro Vieira.

 

Leia mais:

 Escola de Governo de Rondônia ensina confiança, boas práticas entre servidores e lança o Programa Gestão da Felicidade

 Escola de Governo anuncia curso inédito de pós-graduação em licitações e contratos, de maio a dezembro em Rondônia


Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Evento, Governo, Rondônia, Servidores


Compartilhe