Governo de Rondônia
Segunda, 08 de março de 2021

Para governador, vacinação contra HPV é marco histórico

19 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

O governador Confúcio Moura classificou hoje como um marco histórico para a medicina de Rondônia o início da campanha de imunização contra o vírus HPV – um dos maiores responsáveis pelo câncer de colo de útero. Para ele, é um avanço da saúde preventiva, uma iniciativa de grande importância para prevenir uma doença com incidência de mortes altíssima no Brasil.

A afirmação foi feita durante a solenidade de entrega de 12 mil doses da vacina à prefeitura de Porto Velho, em solenidade no Centro de Referência da Saúde da Mulher (CRSM). A medida parte do programa estadual desenvolvido pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) que pretende imunizar em todo o Estado 80% das meninas com idades entre 11 e 13 anos.
De acordo com o governador, com a medida, o Estado passa a integrar o Programa Nacional de Imunização (PNI), nesta área específica de combate ao câncer de colo de útero. No total, estima o Ministério da Saúde (MS), mais de 4 milhões de mulheres serão vacinadas contra o HPV. Em Rondônia, 37 mil meninas devem receber a imunização, afirma Confúcio Moura.
De acordo com o secretário estadual de Saúde, Williames Pimentel, a imunização atende a uma mudança feita pelo MS que exige que meninas de 11 a 13 anos sejam vacinadas a partir deste ano contra o vírus papiloma humano (HPV), que pode causar o câncer do colo de útero.
A partir de 2015, a vacinação vai abranger, também, meninas de 9 até os 11 anos. Pelo Ministério da Saúde, a imunização ocorreria de forma estendida – a segunda dose da vacina será aplicada seis meses depois da primeira; a terceira dose, cinco anos após. Em Rondônia, o processo ainda está sendo formatado, disse o secretário.

O secretário municipal de Saúde, Domingos Sávio, destacou a importância da parceria entre Estado e Município. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) já trabalha, em parceria com a Educação, para fazer uma campanha de conscientização dos pais para a importância de vacinar as crianças.
Domingos adiantou que a Semusa prepara para o dia 15 de março o chamado “Dia D”,  uma mega-operação em vários pontos da cidade para vacinar o público alvo da campanha.

Novo Teixeirão

O vice-prefeito de Porto Velho, Dalton Di Franco, fez questão de destacar a ajuda que o Estado vem dando para a Capital. Segundo Dalton, vários programas e obras vem sendo realizados pela prefeitura devido ao grande apoio dado pelo governador Confúcio Moura à administração de Mauro Nazif.
Dalton afirma que depois do governador Jorge Teixeira, o “Teixeirão”, o único governador que não está virando as costas para Porto Velho é Confúcio. Para ele, a parceria com o Estado tem sido fundamental para que a Prefeitura consiga resolver dezenas de problemas herdados de administrações passadas, em especial a área de Saúde. “Essa parceria é importante para que a população da Capital tenha, de fato, uma melhora na qualidade de vida”, assegurou o vice-prefeito.

Números

No total, para a primeira fase que inicia nesta terça-feira, 49 mil doses da vacina – inédita na rede pública de Rondônia – serão disponibilizadas. De acordo com o secretário, a imunização é um projeto antigo idealizado pelo governador Confúcio Moura, que a partir de agora começa a ser posto em prática pela área de Saúde de Rondônia, com um investimento feito em parceria com o governo federal através do Ministério da Saúde (MS).

Entenda o que é o HPV

O Papiloma Humano (HPV) é um vírus que infecta os queratinócitos da pele ou mucosas, e possui mais de 200 variações diferentes. A maioria dos subtipos está associada a lesões benignas, tais como verrugas, mas certos tipos são frequentemente encontrados em determinadas neoplasias como o cancro do colo do útero, do qual se estima que sejam responsáveis por mais de 90% de todos os casos verificados. Ele é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de cem tipos. Desse total, pelo menos 13 têm potencial para causar câncer.
A vacina que será aplicada protege contra quatro tipos de vírus do HPV – 6, 11, 16 e 18. Dois deles, o 16 e o 18, respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero, segundo o Ministério da Saúde.  Em 2011, 5.160 mulheres morreram em decorrência da doença.

Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe