Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

Parceria entre Sejus e Senai estabelece curso no Urso Branco

25 de março de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

O governo do Estado em sua política para o setor prisional tem ampliado investimentos por meio da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) na capacitação profissional nas unidades penitenciarias de Rondônia. Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), nesta segunda-feira (24), inaugurou o curso de pedreiro de alvenaria, com duração de 160h no Presídio  Urso Branco, 20 apenados são beneficiados com o curso com a finalidade de profissionalizá-los para o momento de sua reinserção na sociedade.

Parceria entre Sejus e Senai estabelece curso no Urso Branco

A secretária de Justiça, Elizete Lima, tem reforçado as iniciativas da reinserção social, pois por determinação do governador Confúcio Moura os investimentos em novos formatos e aparatos para facilitar o acesso dos reeducandos ao mercado de trabalho é uma ferramenta chave para o sucesso dos programas assinados junto ao Ministério da Justiça. “A finalidade da existência do nosso trabalho vai além da cautela dos apenados. Nossa principal função é reinseri-los ao convívio social e com dignidade para não reincidirem no crime”, reforça.

O gerente regional do sistema penitenciário, Maurício Silva esteve na aula inaugural da capacitação e relata que o curso é importante porque a construção civil no Brasil está em alta, sendo algo que até ele mesmo já trabalhou. “Por mais que pareça simples, aprender a trabalhar na construção civil pode ser importante para a vida de vocês como qualquer outro trabalho, sendo uma forma de início para a vida profissional, tendo em vista a grande procura desta mão de obra no mercado”, comenta.

Para a seleção dos apenados, há uma triagem entre comportamento e documentação exigida. “A maior dificuldade é a documentação, que é necessária para iniciar uma turma, essa exigência fez com que o curso se adiasse por 45 dias, mas deu certo”, diz Isa Celesti, assistente social da Sejus.

Gabriel Martins (26) com pena de 37anos, já cumpriu 3 anos no regime fechado e  foi um dos selecionados para poder participar do curso, após demonstrar interesse, verificar comportamento e documentação. Ele diz: “Estou vendo o curso como uma forma de abrir novas portas para o trabalho e tenho o incentivo de minha família para estudar.”

As aulas serão ministradas por dois professores, Israel Silva (46), professor teórico e Aristis Cardoso (55), professor técnico, ambos habilitados pelo Senai a ministrarem o curso. Outros possíveis cursos, que vão ser disponibilizados de acordo com a necessidade das unidades, dentre eles pedreiro de alvenaria; pedreiro de acabamento; carpinteiro de telhado; pintor de obra; eletricista de baixa tensão e mestre de obras.

“Só o trabalho não ressocializa o reeducando; precisa de uma ressignificação de vidas e dos valores, por que o trabalho é uma parte, mas você vai precisar da ética e da moral. E é isso que estamos fazendo aqui”, finaliza com um sorriso estampado em seu rosto.

Texto/ Fotos: Cláudio Guedes
Fonte: Assessoria Sejus
Decom – Governo de Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Educação, Governo, Indústria, Justiça


Compartilhe