Governo de Rondônia
Domingo, 16 de maio de 2021

AGROINDÚSTRIA

Parcerias incentivam agroindústria de chocolates em Rondônia

12 de dezembro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Lavoura cacaueira chega a 15 mil hectares de área plantada; Maior produção de chocolate trufado está na região Central do Estado;

Image00034

Rondônia possui 15 mil hectares de lavoura, mas apenas 5 mil hectares estão em plena produção

O Governo do Estado e a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) se uniram em parceria no fortalecimento da produção do cacau em Rondônia. O objetivo é incentivar a abertura de mais agroindústria familiar na área de produção de chocolates. Nesta sexta-feira, 12, técnicos palestraram sobre o tema a dezenas de famílias da agricultura familiar, no Centro de Treinamento da Emater (Centrer), em Ouro Preto do Oeste.
“Nossa lavoura de cacau estava abandonada, mas agora aprendi que é possível fazer dinheiro com ela”, declarou Marilsa José Barbosa, que há dois meses iniciou a produção e comercialização de trufas. Instalada no lote 29 da linha 36 na zona rural de Teixeirópolis, dona Marilsa Barbosa admite que o incentivo governamental seja de suma importância. “A Ceplac deu o curso, mas a Emater trouxe os incentivos”, disse ela, acrescentando que há seis anos mantém outra empresa incentivada pela Emater e pela Seagri, a agroindústria familiar de pão caseiro.

Alberto Quintães, chefe de extensão da Ceplac/RO informa que Rondônia possui 15 mil hectares de lavoura, mas apenas 5 mil hectares estão em plena produção. “Como o café e o leite, Rondônia também tem condições de produzir muito chocolate. Não tenho dúvida de que essa parceria com o governo estadual vai alavancar o setor”, discursou Quintães, classificando a cultura cacaueira como sendo importante para economia de Rondônia.
Representando o governador Confúcio Moura, o secretário executivo adjunto da Emater José de Arimatéia da Silva reforça que a agroindústria familiar é um dos caminhos para o desenvolvimento do setor primário. “Assim como 90% da produção do leite vem da agricultura familiar, o Governo do Estado pretende impulsionar a produção do chocolate”, disse Arimatéia, sinalizando resultados promissores na economia rondoniense e na fixação do homem do campo na zona rural. “Agora é a vez da indústria de bombons, a partir do chocolate puro extraído do cacau, crescer e ganhar mercados”, assegura Arimatéia.

Marilsa Barbosa

Marilsa Barbosa

No evento, a chocolateira Ilma Jose Lopes representou as mulheres da agroindústria familiar. No discurso, ela agradeceu os incentivos recebidos do Governo do Estado e disse estar otimista com o negócio. “Estamos aprimorando os conhecimentos e experimentando novas receitas de trufas a partir das frutas colhidas do próprio quintal”, disse Lopes.
Para o secretário executivo regional de Ji-Paraná Romildo Pereira, que no evento representou as secretarias regionais do Território Central, essa troca de experiência favorece ganhos a Rondônia. “Por isso que o governador Confúcio Moura tem incentivado a manutenção dos sitiantes na zona rural. No próprio sítio as famílias têm oportunidades de crescimento profissional, cultural e tecnológico”, destacou Romildo Pereira.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Cursos, Economia, Evento, Governo, Indústria


Compartilhe