Governo de Rondônia
Domingo, 09 de maio de 2021

Parque Açaí, em Ariquemes, promove valorização de imóveis e incentiva investimento de moradores

18 de março de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

 

Crianças brincam no Parque Açaí, ainda em fase de conclusão das obras

Crianças brincam no Parque Açaí, ainda em fase de conclusão das obras

O Parque Açaí, área de lazer com extensão de 650 metros construída pelo governo de Rondônia no antigo “buracão” do Setor II em Ariquemes, valorizou cerca de 20% o valor dos imóveis nas proximidades do novo espaço antes mesmo da inauguração. O corretor de imóveis Acácio da Silva Campos explica que, quando o governo investe em obras desse porte, melhora muito não só para as imobiliárias, mas também para toda a população. “Melhora o preço, aumenta a argumentação para venda e deixa a cidade mais bonita e atrativa”.

Segundo o corretor Campos, o bairro era desvalorizado por causa de um buraco que interrompia pelo menos três ruas, com aspecto de lugar assustador, palco de várias tragédias. Neste setor eram nulas as possibilidades de negócio, e quem tinha um imóvel vendia por valor irrisório. “Não compensava a imobiliária intermediar as vendas, pois não tinha retorno financeiro. A comissão era pequena, não cobria os custos”.

Luiz Fernando Moreira, empresário no ramo imobiliário há 30 anos em Ariquemes, afirma que o investimento nesse local foi fundamental para valorização dos imóveis. “Logo no início da construção já ocorreu especulações com os valores dos terrenos, pois as pessoas sabiam que, com uma praça linda como essa, a valorização era certa”, comenta.

O Setor 2 é um dos bairros mais antigos de Ariquemes e além da valorização imobiliária constatada pelas empresas imobiliárias, os moradores ganham e também comemoram as obras de infraestrutura que transformaram uma antiga área acidentada e alagadiça numa área segura e bem iluminada.

O local, conhecido pelos moradores como “buracão do Setor dois”, foi durante anos um grande problema em Ariquemes, até o governo incluir a área no programa Canais da Cidadania e receber investimentos de cerca de R$ 5 milhões aplicados na área.

 

Sônia Maria afirma que negócios melhoraram após construção do parque

Sônia Maria afirma que negócios melhoraram após construção do parque

O comerciante Afonso Ribeiro, de 40 anos, mora há 30 em Ariquemes. Há dois anos comprou uma casa em frente ao ao atual “Parque do Açaí” e montou uma empresa de comunicação visual. Ele disse que assim que a obra do parque começou e se animou, reformou e ampliou a casa. “Comprei esta casa por R$ 140 mil e hoje não vendo nem se me oferecerem R$ 400 mil”, ressaltou Ribeiro.

Proprietária de uma empresa de confecções, Sônia Maria Batista mora há 30 anos na Sexta rua do Setor 2, em frente ao parque, conta que, antes da construção da espaço, quando chovia sua casa alagava, causando prejuízos materiais, e ela ainda vivia assustada por causa do abandono do local, cheio de mato e sem iluminação.

Contou que sonhava com o dia em que o governo fizesse uma galeria para não entrar água em sua casa. “O máximo que esperava era uma galeria, já estaria feliz. Bastava. Mas de repente vejo essa praça linda na frente da minha casa, isso sim, é um sonho realizado. Hoje meu imóvel valorizou, meu comércio ganhou mais clientes”, comemora Sônia.

No local, foi construída toda a macrodrenagem do córrego e das quadras de gramado sintético e de areia; quiosques, pistas de skate e de caminhada, ciclovia no entorno, praça de alimentação, mesas e bancos, pergolados em diversos pontos, academia rústica de madeira e tubola, playground, urbanização e paisagismo.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe