Governo de Rondônia
Sexta, 26 de fevereiro de 2021

CONQUISTA

Peritos em papiloscopia comemoram data da criação da profissão

05 de fevereiro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Para celebrar o dia do papiloscopista, comemorado nesta sexta-feira (5), foi realizado no Instituto de Identificação Engrácia Francisco da Costa um café da manhã para os servidores.

Servidores em confraternização

Servidores em confraternização

Além dos policiais civis, participaram da confraternização o assessor especial da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania, Major BM Tadeu Sanchez, deputado estadual Léo Moraes (PTB) e o presidente da Associação dos Datiloscopistas Policiais de Rondônia (Adepro), Ari Aquino.

A categoria está comemorando o 113 º dia do papiloscopista no Brasil. Na mesma data do ano de 1903, a profissão responsável pela identificação por meio das impressões papilares foi regulamentada pelo Decreto nº 4.764, da Presidência da República, tendo como pioneiro José Félix Alves Pacheco, no Estado do Rio de Janeiro.

As atividades da papiloscopia no Estado de Rondônia surgiram com a criação do Instituto de Identificação, que desde 1998 tem o nome da servidora Engrácia Francisco da Costa homenagem dada pelo então secretário de Segurança da época, Delegado Cézzar Pizzano.

DSC05766Os peritos criminais hoje são subordinados à Polícia Civil no Departamento de Polícia Técnica (DPT) Rondônia, com a autonomia funcional e orçamentária desde 2015 após a criação da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (Politec).

Entre as funções exercidas pelo cargo, pode-se destacar a emissão da Carteira de identidade, perícias humanas em âmbito civil e criminal, tanto em pessoas vivas quanto em estado de óbito, produção de retratos falados e da representação facial humana, trabalhos esses realizados em locais de crime e naqueles de interesse Policial, do Ministério Público e da Justiça.

Durante a solenidade, o pastor Sávio Grécia ministrou uma palavra parabenizando a todos os presentes, “O trabalho do papiloscopista exige excelência no trato da sociedade. Nessa função não há lugar para quem não se compromete em fazer um trabalho bem feito. Toda a polícia depende do trabalho de cada um de vocês”, ressaltou.

Para o diretor do IICC, Luiz Carlos de Lima, são inúmeras as intervenções dos papiloscopistas no estado, trazendo mais segurança e eficiência às investigações policiais. “As perícias e os laudos papiloscopicos têm contribuído nas determinações de autorias de furtos e roubos entre crimes em geral. É cada vez mais expressivo a  importância  do trabalho desse profissional nos inquéritos por serem profissionais especializados na importante função da identificação humana”, finalizou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Márcia Martins
Fotos: Arian Oliveira
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Polícia, Rondônia


Compartilhe