Governo de Rondônia
Sexta, 26 de fevereiro de 2021

HUMANIZAÇÃO

Personagens infantis alegram festa da páscoa no setor de oncologia pediátrica do Hospital de Base em Porto Velho

17 de março de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Crianças que fazem tratamento contra o câncer têm festa de páscoa

Crianças que fazem tratamento contra o câncer têm festa de páscoa

Homem Aranha, Homem de Ferro, Branca de Neve e várias princesas de contos de fadas, se reuniram nesta quinta-feira (17), na Oncologia Pediátrica do Hospital de Base Ary Pinheiro (HB), em Porto Velho. Eles participaram de uma festa de páscoa realizada para as crianças que fazem tratamento contra o câncer.

A atividade faz parte do programa de humanização do atendimento implantado pelo governo de Rondônia. Além da terapia que ajuda as crianças responderem melhor ao tratamento, o objetivo é deixar o ambiente mais colorido e, ao mesmo tempo, aproximar as famílias, relata Auxiliadora Tibúrcio, uma das coordenadoras do evento.

De acordo com Auxiliadora, a partir de agora, todos os meses será realizada uma festa abordando temáticas infantis que alegram as crianças. “Elas cantam, dançam, brincam e se alegram muito. Isso faz com que esqueçam as dificuldades e desafios impostos pela internação”, afirma.

No total, cerca de R$ 50 milhões por ano são investidos pelo governo de Rondônia no tratamento do câncer. Os recursos são aplicados nas unidades Barretinho, em Porto Velho, Daniel Comboni, em Cacoal, oncologia pediátrica do HB, além de custear o tratamento fora de domicílio (TFD), realizado em outros estados.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Williames Pimentel, 156 pacientes são atendidos todos os meses pelo setor de oncologia do Hospital de Base, na área de ambulatório. O número de internação é de 35 crianças ao mês. Eles vêm de todos os municípios do Estado, Sul do Amazonas, Acre e Bolívia.

O médico Robinson Machado Yaluzam, coordenador técnico do setor, destaca o avanço na qualidade do atendimento, a ambientação, a infraestrutura técnica, e pessoal. Para ele, a melhoria do atendimento está diretamente ligada ao investimento que o governo vem fazendo nos últimos anos na área.

O pequeno J.C, de quatro anos, morador de Costa Marques, no Vale do Guaporé, chamou a atenção e emocionou os organizadores. Ele fez questão de “tirar” sangue com o “homem aranha”. O menino chorou de alegria ao receber o abraço carinhoso do “herói”.

Segundo o secretário Williames Pimentel, o investimento do governo é importante. Mas, o calor humano, atenção especial, o carinho dado por todos os profissionais não tem dinheiro que pague. Para ele, esse novo modelo humanizado na Saúde de Rondônia faz a diferença no resultado final, que é salvar e cuidar das pessoas.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Educação, Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Rondônia, Saúde


Compartilhe