Governo de Rondônia
Domingo, 16 de junho de 2019

TRANSPARÊNCIA

Pesquisa de preços do governo para licitações está disponível para consulta

07 de julho de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Contratada pelo governo de Rondônia, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) passou a realizar a pesquisa de preços de 1.200 itens de produtos e serviços, que mensalmente são disponibilizados na página da Superintendência Estadual de licitações (Supel), podendo ser utilizados por todos os órgãos da administração pública estadual e municipais.

Segundo Márcio Gabriel, a pesquisa servirá a todos os órgãos da Administração, inclusive às Prefeituras em seus procedimentos licitatórios Segundo Márcio Gabriel, a pesquisa servirá a todos os órgãos da Administração, inclusive às prefeituras em seus procedimentos licitatórios

Segundo Márcio Gabriel, a pesquisa servirá a todos os órgãos da Administração, inclusive às Prefeituras em seus procedimentos licitatórios

De acordo com o superintendente Márcio Rogério Gabriel, qualquer órgão público que se interessar poderá usar os preços da pesquisa em seus procedimentos licitatórios, o que vai se tornar obrigatório tão logo o governador Confúcio Moura assine o decreto de sua regulamentação, o que para ele, representa um avanço para a gestão, pois a medida dará mais agilidade e transparência aos atos e segurança aos procedimentos.

Para o economista Weyder Pego de Almeida, da equipe da Supel, um dos aspectos importantes do contrato com a FGV é a cláusula da transferência de tecnologia de pesquisa, que prevê o treinamento de técnicos do Governo de Rondônia para a realização desse mesmo trabalho com o emprego de técnicas científicas, um legado importante da fundação de considerável alcance, pela possibilidade da continuação de um trabalho de nível e pela economia que representará para os cofres do Estado.

O superintendente reafirmou que o interesse do Governo do Estado nesta relação contratual com a Fundação Getúlio Vargas é dar celeridade e transparência aos procedimentos de licitação, num universo de pesquisa de 1.200 itens de produtos e serviços que vão de gêneros alimentícios, passando pelos materiais e insumos hospitalares até a contração de serviços de mão de obra (limpeza e vigilância).

O governador Confúcio Moura afirmou que a transparência e a economia que o Estado fará são as principais virtudes deste mecanismo (relação de preços da pesquisa), e que assim qualquer pessoa poderá ter acesso a essas informações, com direito até de impugná-las.

Também muito importante, segundo ele, é o fato de as prefeituras rondonienses poderem utilizar o banco de dados gratuitamente e fazer suas compras com segurança e economia.

Leia mais:

FGV apresenta resultado da metodologia de pesquisa de preços que irá gerar banco de dados para o governo de Rondônia  


Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Economia, Governo, Rondônia, Tabela de Preços


Compartilhe