Governo de Rondônia
Sábado, 21 de julho de 2018

PASSOS QUE SALVAM

Porto Velho e outras 31 cidades de Rondônia caminharão domingo para prevenir o câncer infantojuvenil

24 de novembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

oncopediatria-do-hospital-de-base_prf_23-11-16_foto_daiane-mendonca-39

Mãe e filha na oncologia do HB, em Porto Velho

De aproximadamente 500 cidades brasileiras, 32 no Estado de Rondônia se mobilizarão domingo próximo na 5ª edição da caminhada Passos que salvam, para a prevenção do câncer infantojuvenil.

O evento em Porto Velho começará às 8h, no Espaço Alternativo, na Avenida Jorge Teixeira, Bairro Industrial.

“Muitas crianças e adolescentes com câncer chegam ao centro especializado de tratamento com a doença em estágio avançado por desinformação dos pais, medo do diagnóstico ou a própria desinformação de médicos, mas é possível salvá-los”, comentou Anísio Mendes, do Departamento de Captação de Recursos do Hospital de Câncer de Barretos em Porto Velho, o conhecido Barretinho.

Pouco tempo atrás, uma jovem de 19 anos deu entrada ao hospital em Jaru (a 300 quilômetros de Porto Velho) e foi tratada como se tivesse dengue, mas a necrópsia constatou leucemia.

Atualmente, o câncer infantojuvenil é a primeira causa de mortes por doença, após um ano de idade até o final da adolescência. O olhar atento pode modificar situações e isso deve ser feito nas pediatrias dos hospitais.

Feito precocemente, o diagnóstico aumenta as chances de cura. Estima-se que as taxas de cura variam de zero a 60% em países menos favorecidos, entretanto, poderiam alcançar 80% a 90% se obedecessem à principal recomendação, em centros especializados.

“Felizmente, temos crianças salvas quando a informação corresponde à doença, e isso ocorreu com um aluno de uma cidade do interior que chegou à escola com olhos arroxeados e depois de bem examinado, descobriu-se a leucemia”, comentou Mendes.

A boa notícia, e esta é sempre bem-vinda, diz respeito ao pós-tratamento. A vida segue normal.

“Quanto maior o número de pessoas conscientizadas sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil, maior é a chance de conseguir que o tratamento seja eficaz, podendo alcançar até a cura”, diz o site do hospital.

campanha-do-barretinho_todos-tem-direito-a-cura-do-cancer-infantojuvenil_24-11-16_foto_daiane-mendonca-2

Anísio Mendes mostra o Kit da caminhada

KIT PARA A CAMINHADA

Já estão sendo vendidos kits com bonés, camisetas e squezze (garrafinha plástica para água). O kit custa R$ 30.

“Até 2015 comprávamos as camisetas, agora eles são fruto da doação do Instituto Neymar Júnior”, informou Mendes.

Referência mundial em câncer infantojuvenil, o Children’s Research Hospital (Hospital São Judas), em Memphis (Tennessee, EUA) inspirou o Hospital de Câncer a tratar casos no Brasil, mediante campanhas preventivas.

“Eles têm clínicos exclusivos, ciência inovadora e atendimento completo aos pacientes. Seus médicos e pesquisadores definem novas fronteiras na oncologia pediátrica”, assinalou Mendes.

PRIMEIROS SINTOMAS DO CÂNCER INFANTIL

Existem diferentes sinais pelos quais se pode supor que uma criança sofra de algum câncer. Fique atento se a criança apresentar:
► Dores de cabeça pela manhã e vômito;
► Caroços no pescoço, nas axilas e na virilha, ínguas que não resolvem;
► Dores nas pernas que não passam e atrapalham as atividades da criança;
► Manchas arroxeadas na pele: hematomas ou pintinhas vermelhas;
► Aumento de tamanho de bexiga;
► Brilho branco em um ou nos dois olhos, quando a criança sai em fotografias com flash

Leia mais:
Crianças em tratamento contra o câncer  no HB  recebem atenção de policiais rodoviários que rasparam a cabeça em solidariedade

Caminhadas Passos que salvam

 


Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Água, Assistência Social, Brasil, Capacitação, Comunicação Interna, Convênios, Distritos, Educação, Inclusão Social, Informativo, Infraestrutura, Interno, Legislação, Lei da Informação, Municípios, Previdência, Rondônia, Saúde, Serviço, Servidores, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube