Governo de Rondônia
Sexta, 14 de maio de 2021

ABASTECIMENTO

Empresas distribuidoras de combustível de olho na cheia do Madeira

16 de janeiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Discutem alternativas para continuidade do abastecimento em Rondônia e Acre.

Representantes de distribuidoras, na sede da SOPH

Representantes do Porto Público da Capital e das distribuidoras de combustíveis Petrobrás, Raizen e Ipiranga, traçam estratégias para garantir a continuidade do abastecimento de combustíveis nos estados do Acre e Rondônia, em razão da possível cheia do rio Madeira em 2015. A mobilização ocorreu quinta-feira (15) no Porto Organizado de Porto Velho.

Segundo o diretor presidente da Sociedade de Portos e Hidrovias (SOPH) do Estado de Rondônia, José Ribamar da Cruz Oliveira, é importante buscar solução em tempo hábil para tranquilizar a sociedade a respeito da continuidade do abastecimento de derivados de petróleo. Segundo ele, o porto oferece condições de operações de descarga de combustível para que não ocorra interrupção do abastecimento.

“Essas ações conjuntas com as distribuidoras de combustíveis são importantes para Rondônia, em função da garantia do abastecimento dos postos, revendedores, consumidores e termoelétricas”, afirmou Oliveira.
A partir de fevereiro, há possibilidade das empresas de distribuição de combustíveis voltarem a operar no Porto Organizado de Porto Velho, caso ocorra uma nova enchente, para embarque e desembarque de granéis líquidos (combustível) no poligonal portuário.

A15NA CHEIA, MOVIMENTO DE CARGA E DESCARGA  AUMENTOU 33%

A SOPH, administradora do porto, apresentou proposta com a intenção de celebrar o contrato de uso temporário seguindo os trâmites da Resolução Nº 2.240 – da ANTAq (4/10/11), cumprindo os seguintes requisitos: pagamento das tarifas portuárias relativas a tabela de serviços portuários; pagamento da ocupação da área disponibilizada; previsão de movimentação mínima contratual e investimentos relacionados ao projeto como forma de compensação.

Contratos de uso temporário serão assinados entre a SOPH e a Petrobrás para posterior encaminhamento à Agência Nacional de Transportes Aquaviário (ANTAq), que autorizará empresas transportadoras de combustível a operar nos Terminais de Uso Privado, localizados no Bairro Belmont.

No ano passado, em função da cheia que atingiu a cota máxima –  de 19,74 metros – a movimentação desse tipo de carga em locais atingidos foi transferida para o Porto Organizado, aumentando as operações portuárias de carga e descarga em aproximadamente 33%.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Antônia Nascimento
Fotos: Theo Pinto
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Serviço, Sociedade, Transporte


Compartilhe