Governo de Rondônia
Quinta, 17 de junho de 2021

PARCERIA

Prefeitos de sete municípios tratam de estradas e interrupção da cedência de servidores da saúde em reunião com o governador Confúcio

25 de janeiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Prefeitos de Nova Brasilândia, São Miguel do Guaporé, São Francisco do Guaporé, Seringueiras, Guajará-Mirim, Novo Horizonte do Oeste e Costa Marques, liderados pelo deputado estadual José Lebrão, foram recebidos pelo governador Confúcio Moura na tarde de segunda-feira (23), quando apresentaram demandas de suas regiões. Os principais pontos são estrada e saúde.

Governador Confúcio Moura anunciou reunião breve para discutir o SUS

Governador Confúcio Moura anunciou reunião breve para discutir o SUS

A manutenção da cedência de servidores estaduais de saúde foi assunto tratado pelo prefeito de Novo Horizonte, São Miguel do Guaporé e Costa Marques. “A situação é complexa para todos, mas com a ajuda do estado vamos superar problemas”, disse o prefeito Cleiton Cheregatto, de Novo Horizonte do Oeste.

Com dez funcionários pagos pelo estado na saúde, Cheregatto disse que o ideal seria ficar com todos eles sem ônus para o caixa do município, mas agradeceu ao governador que manteve a disposição de atender com a metade. O governador Confúcio Moura explicou que as despesas com funcionários cedidos chegam a R$ 35 milhões, e o Tribunal de Contas e Ministério Público têm alertado que o ônus com funcionários cedidos recai sobre o ente que utiliza essa mão de obra, por isso havia determinado a interrupção das cedências. A maioria dos prefeitos garante, entretanto, não ter condições de arcar com a despesa.

Confúcio Moura disse que tem dialogado caso a caso, buscando colaborar com cada um, mas ressaltou que a situação é difícil também para o estado, e antecipou uma reunião dos prefeitos com a Secretaria de Saúde para discutir um modelo novo para o SUS, estabelecer alguns conceitos e evitar déficits no orçamento da área.

A prefeita de Seringueiras, Leonilde Garda, quis informações sobre o andamento do projeto de construção de um hospital no município, orçado em R$ 6 milhões, com recursos do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica do Estado de Rondônia (Pidise). Segundo ela, a obra já teria sido licitada. Moura determinou a sua equipe que trate o assunto com a coordenação do programa.

Para o prefeito de Nova Brasilândia, Hélio Mendes, o governador se comprometeu em liberar emenda de R$ 70 mil, do deputado Lazinho da Fetagro, para a compra de uma ambulância. “Estamos precisando de muita coisa”, disse o prefeito de Costa Marques, Vagner Miranda da Silva, que do governador recebeu a orientação para optar por uma máquina de raio-x digital, móvel. Uma peça de aparelho antigo do município quebrou e ainda não conseguiram consertar.  Mirandão, como é conhecido o prefeito, também tem funcionários da saúde estadual à disposição.

O prefeito Cornélio Duarte, de São Miguel do Guaporé, pediu a manutenção do banco de saúde na região, e os prefeitos de Seringueiras, Nova Brasilândia, Guajará-Mirim e Novo Horizonte apresentaram demandas por serviços oferecidos pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

O governador Confúcio Moura disse que para atender os municípios com asfalto, como o DER já fez em Seringueiras, citou, sugeriu que os prefeitos com dinheiro extra que conseguirem comprem material que o estado irá executar o trabalho, utilizando-se da sua usina de asfalto e mão de obra.

No encontro estiveram ainda a prefeita de São Francisco do Guaporé, Gislaine Lebrinha; de Guajará-Mirim, Rodrigo Melo; e os vereadores Leandro de Santana (São Miguel do Guaporé), Hudson da 5 (Nova Brasilândia) e Augustinho Figueiredo (Guajará-Mirim).


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Convênios, Governo, Obras, Rondônia, Saúde, Servidores


Compartilhe