Governo de Rondônia
Segunda, 03 de agosto de 2020

CONCORRÊNCIA

Pregão eletrônico para tratamento dos resíduos hospitalares em Rondônia está em fase de análise pela Supel

22 de junho de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Processo é para atender as unidades hospitalares do Estado

Buscando respeitar todas as normas, a lisura e a boa governança no serviço público, o Governo de Rondônia informa que o processo licitatório Pregão Eletrônico – 153/2019, cujo objeto trata-se da contratação de empresa especializada na prestação de serviços de coleta interna e externa, transporte, tratamento (incineração ou autoclavagem e incineração) e destinação final dos resíduos de serviços de saúde – RSS, para atender as unidades hospitalares do Estado e que ocorre de forma cautelosa seguindo todas as fases prescritas em Lei, está em fase de análise das documentações apresentadas pelos participantes.

De acordo com a Superintendência Estadual de Licitações (Supel), trata-se de um procedimento licitatório complexo e que requer a devida atenção. “São mais de dez lotes do pregão e cada lote requer uma análise independente com avaliação de muitas documentações, preparação técnica e adequação às normas previstas no certame”, enfatizou o superintendente Márcio Rogério Gabriel.

Márcio Gabriel explica que a Supel segue cada passo das fases das licitações públicas para manter legitimidade

Ainda de acordo com ele, é necessária a implementação das regras rigorosas com que são realizadas as licitações públicas, para que haja segurança e dinâmica aos procedimentos, com oportunidade para que todos acompanhem, eliminando falhas e qualquer ação que percorra o caminho contrário ao que está descrito na legislação.

Ele explica aos interessados que é possível o acesso à leitura de editais na página da Supel no Portal do Governo, onde todas as licitações estão disponíveis com detalhes.

“Até o momento estamos com o processo em andamento e em fase de análise das propostas e averiguação de documentações e planilhas disponibilizadas pelos candidatos, mas vale lembrar, de acordo com a jurisprudência, cada integrante tem até três oportunidades de corrigir suas falhas para enquadrar-se ao processo, e isto demanda tempo”, detalha.

Leia mais: 

 Relatório da Supel aponta economia de R$ 261 milhões em licitações nos procedimentos de 2019 em Rondônia

 Supel estimula fornecedores do governo a usar conexão imediata para telefones fixos

 Governo lança Chamamento Público para locação de novos leitos clínico e de UTI em Rondônia


Fonte
Texto: Pâmela Pimenta
Fotos: Adminlson Knigthz e Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Serviço, Sociedade


Compartilhe