Governo de Rondônia
Domingo, 13 de junho de 2021

DIÁLOGO

Presidente Dilma Rousseff reúne governadores para discutir conjuntura política e econômica

15 de setembro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Foto_Roberto Stuckert Filho - PR

Governadores com a presidente Dilma

A convite da presidente Dilma Rousseff, o vice-governador de Rondônia, Daniel Pereira, participou na noite desta segunda-feira (14), no Palácio da Alvorada, em Brasília, de um jantar com os governadores aliados. O assunto em pauta foram os ajustes fiscais e econômicos do governo federal que terão impactos nos estados e municípios.

O vice-governador destacou que o Brasil passa por problemas econômicos que não são momentâneos, mas estruturais, e o principal deles se refere a questão previdenciária, onde todos os estados, ou a maioria deles estão comprometidos com a previdência pública.  Segundo Pereira, a proposta trabalhada na reunião é para se criar um ajuste transitório (tributo) que permita dar um fôlego para União, estados e municípios, do ponto de vista de resolver ou pelo menos servir de paliativo, e ao longo desse período tomar as medidas necessárias para estabelecer uma política previdenciária compatível com a estrutura do país.

Segundo Daniel Pereira, ainda nesta semana, os governadores irão se reunir para traçar as estratégias com relação às questões econômicas. “Há um consenso referente a aprovação de algo diferentemente do nome que se dê, que visa atender as questões previdenciárias e da saúde. Inclusive por sugestão nossa, propomos que isso vise atender de imediato os municípios que são as instituições onde os problemas realmente acontecem, principalmente com relação com a questão de saúde”, afirmou.

Quanto à questão política, Daniel Pereira falou que todos os governantes que estiveram presentes no jantar solidarizaram com a presidente Dilma Rousseff do ponto de vista das garantias democráticas de sustentação de seu mandato. “Inclusive o meu partido que é o Partido Socialista Brasileiro (PSB) tem três governadores que estão comprometidos com a legitimidade do mandato da presidente”, disse.

Daniel Pereira pontuou que os governadores irão fazer uma articulação nas próximas semanas, se não todos, mas a maioria deles irão para dentro do Congresso Nacional expressar suas posições com relação a manutenção do mandato da Presidente Dilma.

O vice-governador disse que atual conjuntura que atravessa o país é difícil, mas superável. De acordo com ele, até os Estados Unidos passaram recentemente por uma crise semelhante à nossa. “O Barack Obama teve que aumentar a margem de endividamento do país para aprovar o orçamento, e como ele tinha minoria no Congresso, enfrentou inúmeras dificuldades” explicou.   Pereira foi além, “Se o país mais rico do mundo tem problemas orçamentários é compreensível que nós o tenhamos, e tentar tirar proveito disso para fazer um terceiro turno das eleições presidenciais é algo que repudiamos e não aceitamos”, concluiu.

Estiveram presentes no encontro os governadores Tião Viana (AC), Renan Filho (AL), José Melo (AM), Antônio Goes (AP), Rui Costa (BA), Rodrigo Rolemberg (DF), Flávio Dino (MA), Fernando Pimentel (MG), Paulo Câmara (PE), Wellington Dias (PI), Luiz Pezão (RJ), Robinson Farias (RN), José Raimundo Colombo (SC), Marcelo Miranda (TO), Maria Suely Silva Campos (RR), e os vice-governadores Daniel Pereira (RO), Lígia Costa (PB) e Delivaldo Chagas (SE). Também foram ao Palácio da Alvorada os  ministros da Fazenda, Joaquim Levy; da Previdência, Ricardo Berzoini; da Defesa, Jaques Wagner; do Planejamento, Nelson Barbosa e o chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zózimo Macedo
Fotos: Roberto Stukert Filho -PR
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe