Governo de Rondônia
Sábado, 30 de maio de 2020

ECONOMIA

Procon inicia digitalização de processos em Porto Velho

04 de maio de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Servidores do Procon iniciam a digitalização de 20 mil processos

O Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-Ro), iniciou a digitalização de mais de 20 mil processos que propocionará a prestação de serviço mais eficiente, ágil e econômica ao governo de Rondônia. O que antes demandava tempo para localizar e consultar documentos, agora está a um clique, com a virtualização desses documentos facilitando o processo de atendimento ao consumidor e empresas.

Estes arquivos estão no acervo do Procon-RO de Porto Velho, e até o momento foram digitalizados 1.500 processos, considerando o ano de 2019/2020. “A ideia é digitalizar todos os documentos do Procon e acabar com os processos físicos. Aquele caderno processual que contém os relatos dos fatos do consumidor, os documentos pessoais, os documentos que compõe o próprio processo como a fatura de consumo e tudo isso estamos digitalizando”, esclarece Ihgor Jean Rego.

Com a digitalização haverá economia e diminuição dos gastos com a compra de papel, toner e correspondências. “Teremos a economia com papel que hoje consumimos 750 mil folhas por ano e queremos reduzir esse consumo para 80%, também diminuir o consumo com toner e com a correspondência, porque enviamos as notificações pelos correios, e faríamos uma notificação eletrônica da pessoa e das empresas dais quais estamos fechando convênio para receber as notificações do Procon via e-mail. Só com correspondências temos uma despesa mensal em torno de 18 a 20 mil reais, e queremos reduzir essa despesar para dois mil a cinco mil reais por mês”.

Processo de digitalização iniciou na capital Porto Velho

Segundo o coordenador, o beneficio da digitalização além da economia será a disponibilização de tempo dos servidores do Procon-RO. “Com o processo físico, é necessário impressão, formação do caderno processual, carimbo, atuação e há uma série de procedimentos para formar o processo físico, e com a digitalização isso deixará de ser necessário, abrindo espaços para os servidores fazerem outras demandas do Procon”.

O coordenador do Procon-RO também explica qual será o próximo passo depois da digitalização dos processos. “Também temos a ideia de implantar o processo eletrônico, onde o consumidor abrirá uma reclamação no conforto da própria a casa, queremos dar uma maior publicidade dos processos ao consumidor, inclusive, com a possibilidade de consulta online do processo. E estamos trabalhando para que até o final do ano seja implantado esse sistema. Para o Procon, quando conseguirmos implantar o processo eletrônico, que é diferente da digitalização que estamos fazendo hoje, também teremos uma economia de tempo e iremos nos dedicar a outras ações”, disse o coordenador estadual do Procon.

Esse projeto piloto de digitalização está acontecendo somente na capital, Porto Velho, e, em seguida, a próxima etapa será no interior do Estado.

 

Leia mais:

Procon de Rondônia notifica distribuidora de energia para cumprimento de medida provisória

Procon fiscaliza abusos nos preços de gás de cozinha e derivados de petróleo no interior de Rondônia

Preço da gasolina cai 20% na Capital após operação do Procon

 


Fonte
Texto: Elaine Barbosa
Fotos: Arquivo Procon
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Convênios, Economia, Empresas, Governo, Serviço


Compartilhe