Governo de Rondônia
Sábado, 16 de fevereiro de 2019

SEMINÁRIO

Produtores de peixe são orientados em Ariquemes sobre como prevenir parasitas

09 de março de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Rondônia é o maior produtor de peixe de água doce do Brasil, e agora a meta é estruturar a cadeia produtiva, melhorando a sanidade do pescado que chega à mesa dos consumidores. Para debater o assunto, foi realizado nessa quarta-feira (8) em Ariquemes, pelo governo estadual e o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), o 1º Seminário “Peixe Saudável”, que reuniu técnicos da Embrapa e do Mapa, além de piscicultores da região do Vale do Jamari, responsável por mais de 50% da produção regional.

Governador Confúcio destacou que Rondônia investe em pesquisa e tecnologia, se aperfeiçoando para crescer com qualidade e de forma sustentável

Governador Confúcio destacou que Rondônia investe em pesquisa e tecnologia, se aperfeiçoando para crescer com qualidade e de forma sustentável

Nesta quinta-feira (9), o evento acontece em Ji-Paraná; e nesta sexta-feira (10) em Pimenta Bueno.

Entre as boas técnicas abordadas no seminário,  que teve como objetivo prevenir possíveis doenças, a avaliação sanitária em tambaqui foi orientada aos produtores, uma vez que a região é a maior produtora da espécie.

De acordo com a pesquisadora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Ana Lúcia Gomes, autora do projeto acantocéfalo apresentado no seminário, o parasita acantocéfalo é encontrado em peixe redondo, como o tambaqui, entretanto, não faz mal ao consumidor, mas por inibir o crescimento da espécie, causa sérios danos econômicos  aos produtores.

Ela explicou que no momento o manejo sanitário é a única forma de prevenir e combater o acantocéfalo. ”Por isso é importante esta iniciativa do governo de Rondônia de orientar os produtores quanto aos cuidados que eles devem ter para evitar e combater o parasita”, destacou.

“Crescemos tanto. Surpreendemos o Brasil com a nossa produção e a qualidade do peixe. Nós produzimos em 2016, cerca de 87 mil toneladas, e a nossa meta para 2018 é de 250 mil toneladas”, afirmou o governador Confúcio Moura, ao abrir o evento.

Ao destacar a importância do seminário, ele lembrou dos períodos de oscilações econômicas em Rondônia causadas pelas doenças que apareceram nas lavouras de café e de cacau fazendo com que os produtores parassem de produzir. Segundo o governador, na época faltaram estudos voltados a essas culturas e a possíveis doenças, e  orientação ao produtor. Mas os tempos são outros, e  Rondônia está investindo em pesquisa e tecnologia, se aperfeiçoando cada dia mais para crescer  com qualidade e de forma sustentável.

“Compete ao governo detectar possíveis ameaças que possam prejudicar a economia e anteceder a elas. Estamos trabalhando firmes, incentivando o produtor e oferecendo assistência técnica”, afirmou o governador.

O secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, disse que o governo tem o compromisso de alinhar e alavancar a produção de peixe, e tem trabalhado nas boas práticas na piscicultura para abrir mercado nacional e internacional para o pescado. “Peixe é ótimo negócio, e o produtor pode contar com o apoio do governo”, garantiu.

Além  da apresentação do Acanthocéfalos na Criação de Tambaqui, também foram explicados assuntos sobre gerenciamento aquícola, avaliação sanitária em tambaqui e ações para o desenvolvimento da piscicultura em Rondônia.

PARCERIA

Durante o evento, foi assinada a Carta de Intenção entre  o governo do Estado e a Empresa Brasileira de  Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com o objetivo de levar aos produtores e técnicos de Rondônia as diversas  tecnologias  de produção  disponíveis.

Segundo o secretário da Padovani,  a escolha  das tecnologias será definida pelos interesse dos próprios produtores, por meio das demandas  levantadas nas Câmaras Setoriais de cada segmento produtivo.


Fonte
Texto: Suelly David
Fotos: Suelly David
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Assistência Social, Brasil, Capacitação, Comunicação Interna, Economia, Evento, Governo, Inclusão Social, Informativo, Municípios, Piscicultura, Rondônia, Serviço


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube