Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

DOCUMENTO

Produtores rurais de São Miguel recebem títulos do “Amazônia, Terra Legal”

11 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

10 - título rural

Prefeito Zenildo agradece programa

Na tarde desta quinta-feira (10), o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri) promoveu um evento de entrega de títulos rurais do programa “Amazônia, Terra Legal” em São Miguel do Guaporé. Nesta etapa estão sendo entregues 760 documentos em todo o Estado e até o fim do ano serão 5000 propriedades tituladas em Rondônia.

 O titular da Seagri, Evandro Padovani, destacou em sua fala que o trabalho só foi possível graças à união de esforços das prefeituras, dos técnicos do Incra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Governo do Estado.

Secretário Padovani destaca benefícios da titulação da terra

Ele disse ainda que outro fator que ajudará a alavancar ainda mais a economia rural de Rondônia é a indústria de calcário que está sendo montada. “Há trinta anos a usina de calcário vem produzindo 30 mil toneladas por ano. Com a nova indústria, conseguiremos atender uma demanda de até 400 mil toneladas por ano de calcário para os produtores rurais do Estado”, explicou o secretário Padovani.

Segundo o coordenador estadual do programa Terra Legal no MDA,Francisco Sales Pinto, “as propriedades com até 60 hectares tem isenção total na titulação e as maiores até 240 hectares há taxas mínimas para cobrir apenas os custeios técnicos”.

O prefeito de São Miguel do Guaporé, Zenildo Pereira, agradeceu todo o empenho dos técnicos da Seagri e ao Governo Estadual, de um modo geral, para que os produtores rurais do município também fossem contemplados pelo programa.

10 - Marssiolino e d. Maria

O agricultor Marssiolino e dona Maria

10 - públicoAgricultores de Seringueiras também participaram da entrega dos títulos de propriedade. Entre eles, dona Maria Nery dos Santos, 61 anos, há 28 morando em São Miguel do Guaporé. Ao todo, os 80 alqueires (196 hectares) dos quatro lotes de sua família foram titulados.

Ela enfatizou a importância de receber esse título para que tenha mais acesso aos financiamentos bancários. “A gente já conseguiu financiar uma coisinha aqui, outra ali, mas, sempre com muita dificuldade. O nosso trabalho está sendo recompensado”, disse dona Maria.

Dona Maria Nery dos Santos é casada com o agricultor Marssiolino dos Santos. Eles têm dez filhos, mas, apenas uma filha e um filho ainda moram no sítio. “Ah, os outros foram pra cidade, tem filho em Cacoal, em Ji-Paraná, aqui em São Miguel, só uma filha que tem ‘problema’ e um filho casado que estão com a gente”, explicou Sr. Marssiolino.

Dona Maria terminou a entrevista dizendo que, “depois de tantos anos, de tanto sofrimento e de alegrias também, três filhos nasceram aqui e a gente já tem 17 netos. A gente tem esperança e confiança de que o nosso trabalho vai ter para quem ficar, vai ter um filho aqui para cuidar do que é nosso”.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Luiz Augusto Rocha
Fotos: Assessoria Regional de São Francisco do Guaporé
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Governo, Legislação, Rondônia


Compartilhe