Governo de Rondônia
Quinta, 04 de março de 2021

INTERCÂMBIO

Professores do Projeto Salto são selecionados para participar de evento sobre florestabilidade, no Pará

23 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Turma do Projeto Salto da Escola Zilda da Frota Uchôa trabalha na revitalização do rio Pires de Sá

Turma do Projeto Salto da Escola Zilda da Frota Uchôa trabalha na revitalização do rio Pires de Sá

Quatro professores da rede estadual de educação foram selecionados para participarem do I Encontro Interestadual de Educadores do Florestabilidade, que acontece neste final de semana em Belém (PA). Luciane Di Domênico, Lucélia Cristina Freitas da Silva, Rita Fontenele Costa e Claudemir Lourenço Sabino são professores do Projeto Salto da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

O Projeto Salto atende turmas de alunos com distorção idade-série, por meio de metodologias específicas, com o objetivo de corrigir o fluxo escolar destes alunos.

De acordo com a coordenação do encontro, foram avaliadas mais de 250 inscrições, sendo que 73 foram selecionadas. Participam professores do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Mato Grosso e Rondônia. O critério de seleção foi o resultado obtido pelos professores a partir da aplicação da disciplina florestabilidade em suas turmas.

A professora Rita Fontenele, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Aluizio Ferreira, em Ji-Paraná, aplicou durante quatro aulas um projeto que fez com que os alunos transformassem um produto não madeireiro em outro para comercialização. E foi simples: os estudantes produziram bombons de açaí. “Toda a turma ficou envolvida. O resultado de tudo no Projeto Salto é muito positivo”, afirma a professora, que tem 26 anos de profissão.

Na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Marcos de Barros Freire, em Porto Velho, a professora Lucélia Cristina utilizou as teleaulas para incentivar os alunos a participarem das atividades. “A cada aula e debate eles ficavam mais interessados pelo Florestabilidade. Muito bonito de ver”, conta, satisfeita, Lucélia.

O manejo florestal foi o principal tema tratado pela professora Luciane Di Domênico, da Escola Estadual de Ensino Fundamental Vinicius de Moraes, de Espigão do Oeste. “Às sextas-feiras trabalhávamos a disciplina, fazíamos ilustrações e até montamos uma árvore na sala. Isso ajudou a desenvolver muitas habilidades dos alunos, gerou interesse”, afirma.

O professor Claudemir Lourenço Sabino, da Escola Zilda da Frota Uchoa, em Vilhena, incluiu os seus alunos do Projeto Salto no projeto de revitalização do rio Pires de Sá, que conta com a participação da escola há algum tempo. “Os alunos do Salto dinamizaram o projeto”, garante o professor.

Para os professores, o encontro será uma forma de conhecer outras possibilidades de aplicar o florestabilidade em suas escolas e, também, compartilhar a realidade rondoniense.

O I Encontro de Educadores do Florestabilidade é promovido pela Gerência de Meio Ambiente da Fundação Roberto Marinho. Todos os custos da viagem foram pagos pela organização do evento.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Assessoria Seduc
Fotos: Escola Zilda da Frota Uchôa
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação


Compartilhe