Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

NACIONAL

Programa da Record estreia com ações do governo sobre os impactos da cheia em Rondônia

09 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

1 - entrevista recordOs impactos da enchente em Rondônia e as ações empreendidas pelo governo, com vistas a sanar os problemas que afetam cerca de 30 mil pessoas no Estado, estão na pauta de estreia do programa Repórter Record, que será apresentado por Domingos Meireles, a partir do próximo dia 28, às 22h30 (horário de Brasília). Na entrevista concedida na manhã desta quarta-feira (9) à equipe da TV Record nacional, o governador fala sobre o desconforto das famílias que tiveram que abandonar suas casas, a comunidade e a tradição arraigada; os prejuízos estimados em R$ 1,6 bilhão ou R$ 170 mil/dia; as providências adotadas para socorrer as vítimas, bem como, para evitar doenças decorrentes da cheia; o que será feito no pós-cheia, entre outras medidas.

Sobre a interrupção das aulas nas 17 escolas da rede estadual que estão servindo de abrigo, o governador afirma que em 30 dias a situação deverá ser normalizada, com a transferência das famílias para o Parque dos Tanques, onde foram montadas barracas seguindo o padrão da Organização das Nações Unidas (ONU) para regiões de clima quente.  “As escolas ocupadas provocam desconforto para todos. Mas a enchente não ocorre por relapso de ninguém. Ocorre porque choveu demais. Agora estamos convencendo as famílias a desocuparem as escolas. Temos que convencer e também entendê-las”.

1 - record nacionalCom relação ao pós-cheia, ele  diz que cessada a enchente serão avaliados os procedimentos a ser adotados: se recuperação ou reconstrução das casas e dos distritos submersos, como Nazaré e São Carlos, na região de Porto Velho, além dos trechos das rodovias, que tiveram o trânsito interditado. “Os ribeirinhos têm suas tradições e deverão retornar para suas localidades. Mas não sabemos como isso vai ocorrer. Também temos que ouvi-los para não construirmos casas para fantasmas”.

As obras de saneamento básico e de 100% de água tratada para Porto Velho, também são abordadas na reportagem, em que o governador lamenta a burocracia, que levou à paralisação por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU), ainda na gestão passada. “Isso é injustificável. É uma obra que o povo precisa, temos o dinheiro, mas está sendo difícil gastar”, disse Confúcio, lembrando que os recursos são da ordem de R$ 500 milhões.

1 - governador explicaA equipe da Record, que está percorrendo também o Estado do Acre, é composta pelo produtor Gustavo Costa; o repórter Jésus Mosquéra; e os cinegrafistas, Bernardo Paglia e Lucas Mello. Gustavo explicou que o programa será exibido todas as segundas-feiras, durante 50 minutos, com reportagens especiais.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Marcos Freire
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Obras, Rondônia


Compartilhe