Governo de Rondônia
Quarta, 16 de outubro de 2019

DESENVOLVIMENTO

Programa Estadual de Aquisição de Alimentos é lançado para fortalecer agricultura familiar e combater a fome em Rondônia

19 de junho de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

 

Governador de Rondônia , coronel Marcos Rocha, ao lado da primeira-dama Luana Rocha, secretário da Agricultura Evandro Padovani, e deputado estadual Chiquinho da Emater

 

O Programa Estadual de Aquisição de Alimentos foi lançado na manhã desta quarta-feira (19) pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, acompanhado da primeira dama e secretária da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), Luana Rocha, como uma iniciativa para fortalecer a agricultura familiar e, ao mesmo tempo, combater a insegurança alimentar. A solenidade foi realizada na Feira do Produtor, em Porto Velho.

‘‘É de extrema importância porque ele dá aos pequenos produtores a certeza da venda dos produtos. Esses produtos são repassados para alimentar as pessoas que necessitam. Ninguém quer esmolas, as pessoas querem produzir e é essa produção que estamos incentivando, pensando no grande produtor sim, mas também nos pequenos’’, disse o governador.

O PAA trabalha com a modalidade de compra direta dos produtores rurais de aves, carnes, pescados, leite, ovos, mel, doces, massas, pães, frutas, polpas, grãos, cereais, raízes e tubérculos. Ao mesmo tempo que o governo adquire esses produtos, eles já são simultaneamente doados para associações que atendam pessoas em situação de insegurança alimentar.

Também foram entregues pelo governo, na ocasião, equipamentos para auxiliar na logística da Central de Recebimento do PAA em Porto Velho. Ao todo foram entregues duas balanças de piso móvel (300k), freezer, 10 impressoras multifuncional, 10 no-break, 55 pallets, 10 condicionadores de ar instalados; dois arquivos para pasta suspensa, 10 meses para escritório; sete cadeiras para escritório, 10 computadores e um caminhão ¾.

Governador Marcos Rocha destaca que PAA garante segurança alimentar para os que mais necessitam

Segundo o governador, o município de Porto Velho é o primeiro com quem o governo firma essa parceria, mas a ideia é que a iniciativa abranja todo o Estado.  De acordo com o secretário de Estado de Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, foram disponibilizados R$ 325 mil para compra direta do produtor rural através de recurso da Seagri. São mais de 40 associações que recebedoras através do programa Mesa Brasil do Sesc e cerca de 3 a 5 mil famílias através do Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

‘‘Nós trabalhamos em parceria com a prefeitura de Porto Velho, onde a prefeitura ficou com a parte de mobilização dos produtores, inclusive nós entregamos um caminhão equipado para criar um ambiente para o cadastro dos produtores e também para buscar a produção lá do sítio ou associação e trazer para sede do município. Temos ainda a Emater que entrar com assistência técnica’’, explica Padovani.

O deputado estadual Eyder Brasil (PSL), líder do Governo na Assembleia Legislativa, parabenizou ao governador pela iniciativa de beneficiar os agricultores familiares. O PAA Rondônia também foi elogiado pelo deputado estadual Chiquinho da Emater.

‘‘O governador vem fazendo o grande trabalho pelo estado de Rondônia e, com certeza, essa parceria entre prefeitura e governo vai fazer o Estado crescer cada vez mais. Obrigada por estar atendendo aos nossos produtores rurais’’, disse destacando ainda o trabalho do Estado em melhorar as estradas e, desta forma, facilitar escoamento da produção.

A produtora rural Gabriela Ortiz fala que o PAA traz segurança de ter comprador para a produção rural

Para a produtora rural do setor chacareiro e presidente da Associação de Ação Popular Hortifrutigranjeiro da União, Gabriela Ortiz, o PAA traz para os produtores rurais segurança de que agora os seus produtos tem um comprador certo.

O produtor rural Shirley Nobre também destaca que, além dessa segurança, há a garantia de que os produtos serão comprados com valores justos. ‘‘Traz a firmeza para nós produtores de estar plantando e ter onde escoar essa produção. Quando não há essa parceria, temos que entregar nossos produtos nas mãos de atravessadores que compram pela metade do preço que valem, por isso que essa parceria entre governo e prefeitura é muito boa’’, considera o produtor.

Elienete Gomes, que trabalha em uma agroindústria de cocadas, vê no PAA Rondônia a esperança para que os negócios cresçam. ‘‘Eu vejo como incentivo para que os agricultores plantem minha matéria-prima. Eu tenho uma deficiência muito grande no plantio de cocos em Porto Velho. Eu tenho um plantio pequeno e compro dos produtores da região o que falta’’.

Ela está na expectativa que, com o programa, mais pessoas se interessem pelo plantio de coco e ela possa expandir o mercado consumidor. Atualmente, a empreendedora rural produz 55 mil cocadas por mês. ‘‘Eu tenho demanda para Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Manaus e, também, o Peru demostrou interesse e tudo depende desse programa para ter matéria-prima’’, explica Elienete.

Para o governador, o PAA Rondônia faz parte do compromisso de criar no Estado condições de fomentar a economia através de novos programas. ‘‘Eu disse que ia fortalecer o setor produtivo e trabalhar para que houvesse condição de renda e trabalho e assim nós estamos fazendo através de novos programa como o PAA’’, considera Marcos Rocha que anunciou que trabalha firme para criar a Ceasa no Estado e que, inclusive, receberá em julho o presidente das centrais de abastecimento de São Paulo para avançar nesse objetivo.

Leia mais.

Regularização fundiária é prioridade para desenvolver o agronegócio em Rondônia acentuou governador Marcos Rocha

8ª Rondônia Rural Show Internacional encerrou no sábado e bateu recordes em movimentação financeira e de público


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Brasil, Economia, Evento, Governo, Municípios, Rondônia


Compartilhe