Governo de Rondônia
Quinta, 25 de fevereiro de 2021

ASSISTÊNCIA

Projeto Acolher e instituições parceiras atendem pessoas em situação de rua em Porto Velho

29 de julho de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Na noite de quarta-feira (27) foi realizada mais uma edição do Projeto Acolher, em Porto Velho, idealizado pela Superintendência de Estado de Políticas Sobre Drogas (Sepoad). O projeto tem como objetivo identificar, cadastrar e acolher pessoas em situação de rua que queiram participar das atividades relacionadas ao projeto.

Tendas foram montadas nas proximidades da rodoviária da capital

Tendas foram montadas nas proximidades da rodoviária da capital

Cerca de 51 atendimentos foram realizados com atividades de corte de cabelo, banho, aferição de pressão, testes rápidos de saúde e assistência psicológica e alimentação. Pelo menos sete pessoas em situações de risco procuraram ajuda para sair da dependência do uso de álcool e outras drogas.

Desta vez, a Sepoad contou com a participação de representantes da Defensoria Pública do Estado, prefeitura, Secretarias Municipais de Saúde (Semusa) e Assistência Social (Semas), além da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), que contribuíram para o bom andamento das atividades na tenda montada em frente à rodoviária da capital.

A prefeitura foi representada pelo secretário do Programa “Crack, é Possível Vencer”, Antônio Prata, que destacou a participação efetiva das secretarias. “Esta parceria só vem a somar e engrandecer o trabalho que é realizado pela Sepoad. Vamos nos engajar para melhorarmos o atendimento à população em situação de rua e usuária de substância psicoativa em nosso município”, disse Prata.

O defensor público, José Alberto Machado, que participou pela primeira vez do evento, firmou parceria para as próximas atividades do projeto. “ Vim conhecer o projeto, pois a Defensoria Pública do Estado quer ser voluntária no sentido de contribuir com os serviços de orientação jurídica para estas pessoas que tanto necessitam de apoio e acompanhamento. Fico feliz em poder afirmar que a Defensoria estará presente na próxima edição do Projeto Acolher”, disse.

O pedreiro desempregado, Ribamar da Silva, de 50 anos, participou da ação e disse que vai procurar ajuda para deixar o uso de álcool. “Quero poder ter um trabalho digno, e com a ajuda dessas pessoas vou conseguir melhorar minha condição de vida”, acredita Ribamar.

Leia mais:
Centro de Referência abre possibilidade de emprego para dependentes químicos em recuperação em Porto Velho


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Janaina Fontenele
Fotos: Janaina Fontenele
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Inclusão Social, Rondônia


Compartilhe