Governo de Rondônia
Sábado, 19 de junho de 2021

PAVIMENTAÇÃO

Projeto de asfaltamento da Estrada da Penal, em Porto Velho, é retomado

13 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Estrada da Penal tem hoje o trânsito diário de aproximadamente 200 carretas.

Estrada da Penal tem hoje o trânsito diário de aproximadamente 200 carretas.

O Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) assinou a ordem de reinício de serviço autorizando a empresa Projetca – Projetos e Consultoria, a retomar o Projeto Executivo que visa o asfaltamento da Estrada da Penal, em Porto Velho. A empresa mobiliza as equipes para reiniciar os trabalhos na próxima semana. Com a conclusão do Projeto Executivo o Governo de Rondônia poderá contratar, através de licitação, a empresa para executar a pavimentação da rodovia.

O gerente da Coordenadoria de Obras do DER, engenheiro Joaquim de Sousa, explica que o Projeto Executivo consiste na orientação (análise de solo, sondagem, traçado, cálculo e indicação de métodos de execução) dos serviços que envolvem a pavimentação de uma rodovia. O engenheiro acrescenta que o projeto prevê o asfaltamento de 31 quilômetros da rodovia. Ele disse que a empresa já executou cerca de 30% dos trabalhos.

Conforme o diretor-geral do DER, Lioberto Caetano, o crescimento populacional, agropecuário e da piscicultura da região, aliado a implantação dos portos Maggi e Bertollini ao longo da Estrada da Penal, são fatores que colocam esta via na lista de prioridade do Governo de Rondônia. O trecho do Projeto Executivo compreende do final do asfalto, após o presídio Urso Branco, até o Ramal Aliança.

Lioberto Caetano frisa que a Estrada da Penal e a rodovia Expresso Porto/Contorno Norte são projetos diferentes. Disse que o DER está abrindo a rodovia Expresso Porto, que começa na BR-364 e sai na Estrada da Penal, com 21 km de extensão. Essa rodovia tem o objetivo de retirar o trânsito de carretas do perímetro urbano da cidade. A estrada será posta em funcionamento mesmo sem asfaltamento. O diretor salienta que o Contorno Norte é de responsabilidade do governo federal, mas o governador Confúcio Moura (PMDB) foi a Brasília pedir a autorização para o DER fazer a abertura da estrada.

Caetano acrescenta, ainda, que o projeto da Estrada da Penal começa após o Urso Branco e segue até o Ramal Aliança. “São assuntos que podem confundir a população e por isso queremos deixar claro como estamos trabalhando”, afirmou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nilson Nascimento
Fotos: Ronaldo Nina
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Infraestrutura, Obras, Rondônia


Compartilhe