Governo de Rondônia
Quinta, 05 de agosto de 2021

INCLUSÃO SOCIAL

Projeto de inclusão social da PM beneficia rendimento escolar

06 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

3 - crianças

O Projeto “Sou Mais que Vencedor”, que leva cidadania e inclusão social a crianças e adolescentes que residem em regiões com alto índice de criminalidade, foi apresentado nesta sexta-feira (6), no quartel do 1º Batalhão da Polícia Militar a jornalistas da capital. O evento terminou de forma festiva, pois os estudantes da escola estadual de ensino fundamental Jesus Burlamaqui ficaram entusiasmados ao conhecer de perto os equipamentos, veículos e aptidões dos policiais durante exibições feitas exclusivamente para eles. Alguns pediram informações sobre como podem ingressar na carreira policial no futuro.

3 - batalahao

Os estudantes chegaram cedo ao quartel do 1º Batalhão e foram informados de que aquela unidade foi origem da Polícia Militar em Rondônia. Depois, visitaram um stand onde estava o armamento utilizado no policiamento cotidiano da cidade. Em seguida foi iniciada a exibição do Pelotão de Motociclismo, que mostrou as formas de operacionalização dos veículos. Também se apresentaram grupamentos da Ciclopatrulha e Força Tática,  que conquistaram aplausos dos estudantes.

Entusiasmo

3 - garoto com escudo e capacete

3 - crianças policiaO momento de maior interação, entretanto, aconteceu quando os alunos tiveram contato com equipamentos utilizados pela Força Tática. Ralison Monteiro, de 11 anos, pôs um capacete e muniu-se com um escudo e surpreendeu os colegas. Feliz com o momento, ele disse que gostaria de ser policial militar no futuro. Afirmou também que o trabalho realizado em sua escola ajudou a tornar o ambiente mais pacífico e reduziu a violência.

Também entusiasmada estava a subdiretora da escola, professora Mariana Chagas. Ela disse que o projeto Sou Mais Que Vencedor trouxe melhorias pedagógica e disciplinar entre os alunos. “Eles se sentem cidadãos, parte da sociedade”, explicou. A Escola Jesus Burlamaqui funciona no bairro Areal da Floresta, na zona Sul da cidade.

A professora Mariana disse ainda os resultados positivos do projeto são visíveis e de grande valor para o processo educacional. Muitos tinham déficit no aprendizado e já superaram este problema. “É a primeira vez que eles vêm aqui e estão deslumbrados. Um deles já quis saber o que precisa fazer para ser um policial militar e eu expliquei que precisa estudar muito”.

Interação

O comandante geral da Polícia Militar, coronel PM Fernando Luiz Prettz, também visitou o quartel do 1º BPM e conferiu os resultados do projeto. Segundo ele, este trabalho faz parte da filosofia de Polícia Comunitária, que promove o desenvolvimento da confiança mútua, a participação e o envolvimento da comunidade em favor do resgate da cidadania e diminuindo o índice de criminalidade.

3 - sargento haroldney coordenador do projeto sou mais que vencedor

Sargento PM Ivan Haroldney

O Projeto Sou Mais que Vencedor é coordenado pelo sargento PM Ivan Haroldney, que também é professor. Segundo ele, a  meta é resgatar a cidadania e formar cidadãos. “Se eu conseguir regatar um aluno, já considerarei que o trabalho atingiu a meta”, resumiu.

Como professor de educação física, o sargento PM  Haroldney utiliza os esportes como meio de alcançar a integração social dos alunos, mas também realiza visitas a museus e a obras, como as hidrelétricas, além palestras sobre temas diversos, que contribuem para agregar conhecimento à rotina escolar.

O Projeto Sou Mais Que Vencedor, segundo o sargento PM Haroldney, tem apoio incondicional do 1º Batalhão da Polícia Militar, que é comandado pelo tenente coronel PM Sérgio Nunes, e juiz de direito Sérgio William, da Vara de Execuções Penais. “Este trabalho pode ser ampliado e levar seu benefícios para outras escolas, mas necessitamos de pessoal qualificado e disponível”, concluiu.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Inclusão Social, Segurança


Compartilhe