Governo de Rondônia
Quarta, 16 de junho de 2021

EDUCAÇÃO

Projeto Integrar fortalece ensino médio na escola Cora Coralina, em Cacoal

30 de junho de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

78 alunos optaram por cursar o 2º ano do Ensino Médio, dentro do Projeto Integrar

Com o objetivo de utilizar uma metodologia inovadora e diferenciada, a Escola Estadual Cora Coralina, em Cacoal, decidiu aderir ao Projeto Ensino Médio Integrar. Elaborado pelo governo de Rondônia, o Projeto Integrar tem o objetivo de elevar a qualidade do ensino médio diurno, fortalecendo as atividades pedagógicas como meio de garantir ao estudante a permanência com sucesso em sua trajetória escolar.

“O projeto foi apresentado pelo governo de Rondônia em 2015, no primeiro ano, a escola Cora Coralina não aderiu pois entendíamos que precisávamos criar melhores condições para que este projeto, audacioso, pudesse ser implantado. Após o investimento em infraestrutura e equipamentos multimídias, para este ano a escola assinou o termo de adesão e passou a desenvolver o projeto com alunos do 2º ano do ensino médio”, destacou a diretora da escola Viviane Briekowic de Oliveira.

Ao todo, 78 alunos participam do Projeto Integrar na escola Cora Coralina, que conta ainda com dez turmas do 1º ano, cinco turmas do 2º ano e oito turmas do 3º ano do Ensino Médio Regular. “Nossa escola tem aproximadamente 700 alunos matriculados, divididos em 22 turmas, no ensino regular. Nisso, 78 alunos cursam o 2º ano dentro das diretrizes do Projeto Integrar. Ou seja, tem uma grade curricular estendida, com aulas todas as manhãs e três vezes a tarde”, explica Viviane.

Além das disciplinas comuns ao ensino nédio, que no caso do projeto Integrar tem uma carga horária maior, os alunos contam ainda com disciplinas voltadas para cultura, tecnologia e ainda trabalham alternativas de leitura, produção de textos, estudos orientados e pesquisa. Frequentemente, os alunos matriculados no Projeto Integrar contam com simulados, “aulões”, palestras e ainda acompanhamento pedagógico exclusivo do projeto.

A aluna Sabrynna de Souza Marques, de 16 anos, ao se matricular para o ano letivo de 2017 optou pelo Projeto Integrar e não se arrepende. “Eu tenho achado muito bom, pois é mais tempo estudando. Esse método parece um cursinho e faz com que a gente se sinta mais preparado para o futuro”, destacou a jovem que pensa em seguir uma carreira onde possa utilizar o inglês como base. “Eu gosto da língua inglesa, então quero seguir uma carreira voltada ao inglês, talvez tradução, relações internacionais, professora de inglês”, aponta a aluna.

Alunos rendem elogios ao novo projeto de ensino da escola Cora Coralina, em Cacoal

O jovem Guilherme Carlos Pavão de Souza, 16, também cursa o Projeto Integrar e rende elogios a nova forma de ensino. “É um projeto inovador e está sendo muito bem aplicado. É só deixar o tempo correr e colher os resultados. Além disso, do início do ano pra cá, a turma adquiriu mais responsabilidade, reconhecemos que o sucesso desse projeto depende de nós”, destacou Guilherme que, senão conseguir cursar Medicina, fará o curso de Direito objetivando se tornar um delegado ou juiz.

Para a coordenadora regional de Educação de Cacoal, Marlene Ceconi, a escola Cora Coralina tem superado todos os desafios e metas do projeto já neste primeiro semestre de implantação. “Sabemos que implantar um novo modelo de ensino não é uma tarefa fácil, mas podemos destacar, orgulhosos, que com o fim do primeiro semestre, a escola Cora Coralina tem apresentado grandes êxitos junto ao Integrar. Os alunos aderiram muito bem ao projeto, uma vez que a escola se preparou e ofereceu aos estudantes ambientes de estudo que estimulem o seu interesse pelo conhecimento, propiciando a eles atingir suas próprias metas pessoais”, destacou a coordenadora.

Leia mais sobre educação

 

 


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cursos, Educação, Governo, Rondônia, Serviço, Sociedade


Compartilhe