Governo de Rondônia
Sexta, 19 de julho de 2019

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Projetos do governo para melhoria do atendimento em Rondônia surpreendem deputado e representantes de entidades dos surdos

26 de fevereiro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Projetos importantes idealizados pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), começando pelo fortalecimento dos Conselhos Estadual e Municipais com oficinas descentralizadas, a realização do 2º Fórum Estadual de Pessoas com Deficiência, capacitações para conselheiros municipais e a instalação de uma Central de Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais, assim como academias ao ar livre, surpreenderam o deputado estadual Anderson Pereira, que intermediou reunião nesta segunda-feira (25) entre o presidente da Associação Municipal de Pessoas com Deficiência em Porto Velho e vice-presidente da Associação Estadual de Intérpretes, Danilo Ramos; e o presidente da Associação Estadual de Intérpretes, William Sestito, com a secretária e primeira-dama Luana Rocha e técnicos da Seas.

Reunião entre a secretária Luana e o deputado Anderson foi interpretada em Libras por William Sestito e Danilo Ramos, que é surdo

Após breve explanação feita pela coordenadora de Assistência Social Fabiane Passarini e o assistente social Renivado Fernandes, assessor técnico responsável pelas políticas de pessoas com deficiência; o deputado e os representantes das entidades afirmaram estar surpresos com as iniciativas em pleno início do governo do Coronel Marcos Rocha. William fez a tradução simultânea para Danilo da conversa entre o parlamentar, a secretária e os técnicos.

A previsão é que o 2º Fórum Estadual de Pessoas com Deficiência seja realizado em maio, enquanto as capacitações deverão ocorrer no mês de junho, após mapeamento do público a ser trabalhado. O 1º Fórum aconteceu em dezembro de 2018.  Com relação à Central de Libras, visita técnica deverá ser feita à unidade de Salvador (BA) para avaliação da estrutura e funcionamento, enquanto as academias ao ar livre estão em processo de análise de preço dos equipamentos. Para ser colocados em prática, os dois projetos dependem de aprovação de emendas parlamentares, que o deputado se prontificou em fazer articulações junto aos demais membros da Assembleia Legislativa.

As dificuldades de atendimento nas repartições públicas, devido à falta de intérpretes, assim como a necessidade de um novo censo das pessoas com deficiência no Estado (o último foi em 2010) e a realização de concurso para intérpretes e professores bilíngues e surdos, também foram abordadas. Danilo ainda fez um desabafo lamentando o fechamento, há cerca de dois anos, do Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas Surdas (CAS), vinculado à Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Sobre o censo, William observou que precisa ser feito diferente do realizado em 2010, que apontou 22 mil pessoas surdas e com deficiência auditiva de forma genérica em Rondônia. “É preciso distinguir, pois a pessoa com deficiência auditiva é a que sofreu perda ou redução parcial ou total da habilidade de detectar sons. Já a surda é a que possui ausência total da habilidade de ouvir”, definiu.

A secretária ainda fez uma observação sobre Danilo Ramos, o parabenizando por vencer as limitações tornando-se pedagogo, estar concluindo letras/português, ter pós-graduação em educação para surdos e ainda ter por meta o mestrado. “Parabéns a você, que apesar das limitações, não se acomodou e tem vencido as barreiras”, disse Luana, ressaltando que os projetos deverão ser concretizados com o apoio do governo federal, considerando ser a primeira-dama, Michelle Bolsanaro, intérprete de Libras.

ORGULHO DO MADEIRA

Ela também aproveitou a reunião para solicitar apoio do parlamentar para realizar o cercamento do Orgulho do Madeira com vistas a restringir o acesso de pessoas estranhas, e assim garantir mais tranquilidade aos moradores do maior condomínio construído na Zona Leste de Porto Velho com quatro mil unidades habitacionais. A previsão de custo da obra é de R$ 1,5 milhão.

Leia Mais:

 Abertura do I Fórum Estadual da Pessoa com Deficiência será na terça-feira, 4, em Porto Velho

 Cultura e esporte foram temas de Fórum dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em Porto Velho

 


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Veronilda Lima
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Brasil, Capacitação, Forúm, Governo, Inclusão Social, Obras, Rondônia


Compartilhe