Governo de Rondônia
Sexta, 23 de agosto de 2019

Projetos em fase de conclusão para beneficiar a área da saúde

25 de outubro de 2013 | Governo do Estado de Rondônia

Pelo menos dez projetos devem ser concluídos até o final do próximo mês.

GOVERNADOR-MOSQUINI-_1024x681

 

Projetos em fase de conclusão no Departamento de Obras e Serviços Públicos (DEOSP) indicam que a saúde pública de Rondônia continuará recebendo investimentos do governo estadual.

Pelo menos dez projetos ligados à área da saúde estão na etapa de acabamento e devem ser concluídos até o final de novembro, próximo, garante o diretor-geral do Deosp, engenheiro Lucio Mosquini. O diretor ressalta que os projetos mostram o comprometimento do governador Confúcio Moura em dar continuidade à fase de reestruturação da saúde pública rondoniense.

O engenheiro afirma que muito já foi feito e muito está sendo realizado em prol da saúde pública. Como exemplo na Capital, Porto Velho, Mosquini cita o novo Hospital Cosme e Damião e a ampliação de leitos e a melhoria na estrutura do HB. Ainda na Capital, foram construídas duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e firmado parceria para a instalação do hospital de Câncer Barretos, anexo ao Hospital de Base. O Hospital Regional de Cacoal recebeu Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Lucio Mosquini explica que um setor de engenharia do Deosp trabalha exclusivamente em projetos ligados à área da saúde. O Hospital de Base é o maior beneficiado com os projetos. Um deles é para o Centro de Parto Normal e Casa da Gestante. Ainda para o HB, é projetada a ligação para o centro de imagens. A obra está em andamento e o Deosp executa os projetos complementares (elétrica, hidráulica e estrutural). No HB também está sendo realizado levantamento topográfico, para o início do projeto de drenagem pluvial.

Para a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), é concluído o projeto da Rede de Frio, para a conservação e estocagem e vacinas. Outra concepção em fase final é o de adequação da sala de Raios-X do Hospital Infantil Cosme e Damião. No Hospital Regional de Extrema, na Ponta do Abunã, divisa com o Acre, os engenheiros do Deosp concluem o projeto de adequação da rede de esgoto e da estação de tratamento de esgoto, drenagem pluvial e correção da sala de cirurgia.

Para o João Paulo II foi concluído o projeto de reforma da recepção e administrativo. Agora, o Deosp trabalha nos projetos complementares. O antigo Hospital Cosme e Damião será transformado no ambulatório da Secretaria da Paz. O Deosp já trabalha nos projetos complementares. O Hospital de Buritis também está na mesma etapa. Todas as obras devem ser executadas no próximo ano.

O diretor explica que, após a conclusão dos projetos, eles serão encaminhados à Secretaria de Saúde (Sesau), para posterior licitação. Com o início das obras, a fiscalização é de responsabilidade do Deosp.


Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe